Hipismo do Brasil fica com prata nos Jogos Sul-Americanos

Na categoria salto, equipe verde-amarela ficou atrás somente dos chilenos, donos da casa

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

Brasil ficou com o segundo lugar mais alto do pódio
WANDER ROBERTO - INOVAFOTO
Brasil ficou com o segundo lugar mais alto do pódio

A equipe brasileira de hipismo conquistou, na tarde desta sexta-feira, a medalha de prata na categoria salto durante os Jogos Sul-Americanos que acontecem em Santiago, no Chile. O ouro ficou com os donos da casa e o bronze com a Argentina.

Sérgio Marins/Land Peter do Feroleto, Cesar Almeida/Vanity Império Egípcio, Felipe Amaral/Carthoes BZ e José Roberto Reynoso Filho/Radiator JMen somaram 8,17 pontos perdidos, contra apenas 5,35 dos chilenos.

"O resultado foi muito bom. Tivemos três zeros na primeira volta e na segunda também, já com o descarte. Brigamos pela medalha de ouro até o último cavaleiro entrar na pista, o que decidiu foi o resultado da prova de ontem", contou Caio Carvalho, diretor de Salto da Confederação Brasileira de Hipismo.

A expectativa agora fica por conta das provas individuais, que terá dois percursos. Todos os participantes carregam os pontos das provas anteriores. A liderança é do chileno Bernardo Naveillan com um ponto, seguido pelos brasileiros Sérgio Marins, com 2.02, e César Almeida, com 2.95.

"Agora é focar na final individual, a pontuação está embolada e todo mundo tem chance de medalha", completa Carvalho.

Além do Brasil, mais 13 países Argentina, Aruba, Bolívia, Colômbia, Chile, Equador, Guiana, Panamá, Paraguai, Peru, Suriname, Uruguai e Venezuela participam das provas.

Leia tudo sobre: hispismosaltobrasil pratajogos sul-americanossantiagochilepontos perdidosequipe