Osvaldo tem receio de virar 'novo Grafite' no São Paulo

Tricolor pode eliminar rival Corinthians no próximo domingo caso seja derrotado pelo Ituano; fato semelhante aconteceu em 2003

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Osvaldo vem recuperando a boa forma, mas não quer entrar em 'atrito' com a torcida tricolor
Rubens Chiri / saopaulofc.net
Osvaldo vem recuperando a boa forma, mas não quer entrar em 'atrito' com a torcida tricolor

Dez anos se passaram desde que Grafite salvou o Corinthians do rebaixamento no Paulistão, ao marcar os dois gols na vitória por 2 a 1 do São Paulo sobre o Juventus, que acabou caindo para a Série B do campeonato estadual no lugar dos corintianos. O lance ficou marcado na carreira do atacante, que ainda hoje precisa falar sobre o assunto.

A história volta a se repetir neste domingo, quando o São Paulo pode eliminar o Corinthians no Paulistão, caso seja derrotado pelo Ituano domingo e também aconteça um tropeço corintiano diante do Penapolense, em jogo que será realizado no mesmo horário, em Penápolis.

Embora diga que o São Paulo entrará para vencer o Ituano, o atacante Osvaldo não esconde ter medo de virar "o novo Grafite", caso venha a marcar o gol que pode garantir o rival na próxima fase do campeonato.

"A gente fica pensando no dia a dia, mas, quando está dentro de campo, na adrenalina, você acaba não pensando em nada, só no jogo. Realmente é difícil, eu que estou crescendo, faço um gol no domingo, acaba ajudando o Corinthians e torcida começa a pegar no meu pé... É complicado, mas tenho que fazer meu trabalho, independentemente do outro lado", disse o jogador.

Osvaldo sabe que parte da torcida no Morumbi vai pedir para o time facilitar o jogo para o Ituano, mas nega qualquer corpo mole do São Paulo e garante que, apesar de poder ajudar o rival, não vai pensar duas vezes em marcar caso tenha a oportunidade.

"É uma situação difícil porque não entendemos a cabeça do torcedor. O Grafite naquela vez fez a parte dele e ajudou o Corinthians. Eu, em campo, darei o melhor. Vamos entregar na mão de Deus, mas queremos fazer um jogo bom e conquistar a vitória", afirmou o atacante.