Adolescente morre após usar drogas e se encontrar com prostituta

O menino de 17 anos voltava de uma festa onde cheirou loló e lança perfume e fumou maconha; ele se encontrou com uma prostituta e teve um infarto; a polícia não soube informar se ele fez programa com a prostituta

iG Minas Gerais | Natália Oliveira |

Um adolescente de 17 anos morreu na madrugada desta sexta-feira (14) após fumar maconha,  cheirar loló e lança perfume e se encontrar com uma garota de programa. Wellington Pereira de Souza teve um infarto na esquina da avenida Afonso Pena com rua Cambuí, no bairro Cruzeiro, na região Centro-Sul de Belo Horizonte.

De acordo com a Polícia Militar (PM), dois amigos da vítima de 18 e 19 anos contaram que os três vinham de uma festa onde usaram as drogas. Passando pelo bairro Cruzeiro eles foram até uma casa de prostituição, porém como Souza tem menos de 18 anos eles não conseguiram entrar.

Ainda segundo a polícia, os jovens foram pegar um táxi. No caminho, Souza decidiu urinar e se encontrou com uma garota de programa. Os amigos ficaram esperando ele próximo ao local e dez minutos após o encontro a mulher voltou chamando os amigos e dizendo que o adolescente estava passando mal. Segundo a polícia não ficou esclarecido se ele fez programa com a prostituta. 

Os jovens acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas segundo a PM, o menino já estava morto. O corpo dele foi encaminhado ao Instituto Médico-Legal (IML) da capital, onde passará por exames para identificar as causas da morte.  A polícia acredita que a morte pode ter sido causada por algum tipo de solvente utilizada em excesso no lança perfume. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave