Lutando por semifinal, diretor do Tupi diz: 'Superamos a expectativa'

Alberto Simão, diretor executivo do Galo Carijó revelou que objetivo traçado no começo do ano era não cair no Mineiro

iG Minas Gerais | FREDERICO RIBEIRO |

MG - CAMPEONATO MINEIRO/TUPI X ATLÉTICO-MG - ESPORTES - Comemoração do gol de Núbio, do Tupi, nos instantes finais da partida contra o Atlético-  MG,  válida pelo Campeonato Mineiro, no estádio Mario Helênio, em Juiz de Fora (MG),   neste sábado. O Atlético jogou com um time reserva já que seus titulares viajaram para a   Venezuela para jogo da Copa Libertadores. O Tupi venceu por 2 a 0.   08/02/2014 - Foto: PEDRO VILELA/AGÊNCIA I7/ESTADÃO CONTEÚDO SU09011
ESTADÃO CONTEÚDO
MG - CAMPEONATO MINEIRO/TUPI X ATLÉTICO-MG - ESPORTES - Comemoração do gol de Núbio, do Tupi, nos instantes finais da partida contra o Atlético- MG, válida pelo Campeonato Mineiro, no estádio Mario Helênio, em Juiz de Fora (MG), neste sábado. O Atlético jogou com um time reserva já que seus titulares viajaram para a Venezuela para jogo da Copa Libertadores. O Tupi venceu por 2 a 0. 08/02/2014 - Foto: PEDRO VILELA/AGÊNCIA I7/ESTADÃO CONTEÚDO SU09011

O Tupi chegou em Juiz de Fora nesta sexta com a missão cumprida na Copa do Brasil. Classificado para a segunda fase do torneio nacional, o Galo Carijó agora briga por vaga na semifinal do Campeonato Mineiro. Alberto Simão, diretor executivo do clube, esclareceu que o Tupi já superou os objetivos traçados para este primeiro semestre. Isso porque evitar a queda para o Módulo II era um dos tópicos da diretoria no começo deste ano. "Nosso planejamento no começo do ano era o seguinte: reconstrução do elenco, tentar ficar no Módulo I do Campeonato Mineiro, passar para a segunda etapa da Copa do Brasil e permanecer  na Série C. Nós já conseguimos os dois primeiros objetivos e já estamos planejanto o Brasileiro", afirmou Simão, ao Super FC. A equipe juiz-forana está na quinta colocação do Mineiro, com 15 pontos, mesma pontuação do América e um ponto atrás do Boa Esporte. O Tupi encara o Guarani em casa, mas depende do tropeço do Coelho, que visita a Caldense, e do Boa, que pega o Atlético no Independência. Porém, para Simão, como o objetivo é fazer saldo diante do Bugre de Divinópolis e superar o América no segundo critério de desempate, os comandados de Paulo Campos só dependem de suas forças. "Temos essa responsabilidade  de enfrentar o Guarani em casa, a equipe está focada, time centenário  e eu acredito que depende só do Tupi, porque precisa de fazer saldo e ultrapassar o América". Cirurgia do ídolo. O Tupi, depois de subir para a Série C no ano passado, novamente, perdeu seu principal artilheiro para o restante do primeiro semestre. Com ruptura do tendão de Aquiles no pé esquerdo, Ademilson ficará cerca de 4 meses fora. Ele fez a cirurgia na quinta-feira e começa o processo de recuperação. Segundo Simão, a perda do jogador de 39 anos é pesada para a equipe, mas o Tupi dificilmente irá recorrer ao mercado atrás de um substituto. Wesley, que marcou o segundo gol contra o Juazeiro (BA), na Copa do Brasil, herdará a vaga do artilheiro da Série D de 2013. "Temos jogadores para outras posições, eu montei um elenco muito homogêneo . O Wesley, por exemplo, que marcou um do gols na vitória diante do Juazeiro, já é trabalhado como um substituto do Ademilson". Expectativa baixa e orçamento humilde. O Tupi, quando traçou a baixa meta de não cair para o Módulo II, levou em conta o dinheiro disponível para gastar com salários, contratações e manuntenção da comissão técnica. E era pouco. Simão não quis revelar os números, mas afirmou que o orçamento para 2014 era 1% do que o Cruzeiro possui para seu elenco e 5% do orçamento do América, equipe que faz uma campanha quase igual ao do Galo Carijó no Mineiro.

Leia tudo sobre: tupijuiz de foraalberto simãocampeonato mineiroguarani