Publicitário tem a mão cortada com vidro durante roubo no Centro

Vítima descansava na praça quando foi abordado por três homens; objeto foi recuperado e um autor preso

iG Minas Gerais | JOSÉ VÍTOR CAMILO |

Praça Rui Barbosa virou morada de quem não tem teto
Johnny Balla
Praça Rui Barbosa virou morada de quem não tem teto

No fim da manhã desta sexta-feira (14) um publicitário de 30 anos resolveu parar na Praça Rui Barbosa, no Centro de Belo Horizonte, para descansar. Enquanto usava seu celular, acabou surpreendido por três bandidos, que cortaram sua mão com um caco de vidro e levaram o aparelho. 

Para a sorte do publicitário, agentes da Guarda Municipal que cuidavam do trânsito na intercessão da rua Caetés e a avenida dos Andradas perceberam o problema e conseguiram recuperar o celular roubado. É o que conta o guarda Gláucio Barbosa. 

"Assim que vi a vítima correndo atrás do suspeito, nós corremos atrás e conseguimos deter um deles, felizmente o que estava com o objeto roubado. Os outros dois conseguiram fugir", lembrou o agente. A vítima contou que descansava em um banco da praça quando foi surpreendido pelos homens, que pediram o celular e o atacaram com o gargalo de uma garrafa de cerveja. 

O publicitário ainda foi jogado ao chão e sofreu escoriações no peito. "O suspeito, Fábio Alves Santana, de 36 anos, disse que tem residência, mas que fica mais na Praça da Estação, bebendo e usando drogas. Ele diz que já tem passagem pela polícia, mas ainda não levantamos os motivos", explicou Barbosa. 

A vítima foi conduzida à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Centro-Sul, onde foi medicado e liberado em seguida. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave