Alunos da região Centro-Sul fazem protesto e depredam viatura da PM

Segundo a corporação, militares tiveram que lançar bombas de efeito moral para controlar o tumulto; estudantes alegam que um jovem foi detido injustamente

iG Minas Gerais | CAROLINA CAETANO |

Uma manifestação de alunos de uma escola do bairro Coração de Jesus, na região Centro-Sul de Belo Horizonte, na manhã desta sexta-feira (14), causa tumulto na rua Iraí. Uma viatura da Polícia Militar (PM)  teve um dos vidros quebrados e um adolescente foi apreendido.

Cerca de 200 estudantes da Escola Estadual José Mesquita de Carvalho, localizada na rua Iraí, pedem mais melhorias na instituição.

“A escola está um lixo, toda pichada. O ensino é de péssima qualidade e ninguém faz nada”, contou uma aluna de 17 anos.

Durante o ato houve tumulto que, segundo a polícia, foi provocado pelos manifestantes e uma viatura do 22º Batalhão foi depredada. A corporação confirma o uso de bombas e a apreensão de um dos alunos.

No entanto, a versão dos estudantes é outra. “Meu amigo não estava fazendo nada e foi detido. Uma mulher que passava na rua foi atingida pela bomba e ficou ferida”, disse a adolescente.

A suposta vítima, que não faria parte da manifestação, não foi localizada. O menor apreendido será encaminhado ao Centro Integrado de Atendimento ao Adolescente Autor de Ato Infracional (CIA/BH).

A reportagem de O TEMPO tentou contato várias vezes com a diretoria da escola, mas ninguém foi localizado para comentar o caso.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave