Ciclone perto da Nova Zelândia deixa três mortos e seis desaparecidos

Segundo relatório de Vanuatu, dois idosos morreram prensados por árvores e uma criança faleceu após ser levada pela inundação; ventos atingiram 110quilômetros por hora

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Três pessoas morreram e outras seis estão desaparecidas em Vanuatu, arquipélago próximo da Austrália e da Nova Zelândia, após a passagem de um ciclone.

O diretor do Escritório Nacional para Gerenciamento de Desastres, Shadrack Welegtabit, disse que dois idosos morreram prensados por árvores, em incidentes diferentes, e que uma criança faleceu após ser levada pela inundação. "A maioria dos ciclones são rápidos, de duas a três horas.

Este ficou aqui por dois dias", disse. O ciclone agora ruma para a Nova Zelândia, com expectativa de chegada nesta sexta-feira.

Welegtabit afirmou ter recebido relatórios de danos nas plantações e que o fornecimento de água fresca foi contaminado por inundações. Alguns prédios foram destruídos, completou.

David Gibson, gerente de previsão do governo de Vanuatu, disse que os ventos atingiram 110 quilômetros por hora durante a tempestade.

Já a agência de meteorologia da Nova Zelândia prevê rajadas de vento de até 130 quilômetros por hora e até 17 centímetros de chuva.

Leia tudo sobre: tempestadecicloneNova Zelândia