Carlaile não quis saber das denúncias

Ex-controlador-geral do município, Robspierre Miconi Costa, declarou que sua substituição se deu sem que pudesse fazer uma explanação ao prefeito Carlaile Pedrosa sobre tudo o que estava investigando

iG Minas Gerais | Da Redação |

O ex-controlador-geral do município, Robspierre Miconi Costa, declarou que sua substituição se deu sem que pudesse fazer uma explanação ao prefeito Carlaile Pedrosa sobre tudo o que estava investigando. “Ele não quis tomar conhecimento das auditorias. Além de absurdos ocorridos na Semas, também tem as auditorias no Ippub, em contratos com a Engesolo e na Secretaria de Obras, além das medições da avenida Universal”, disse.

Carlaile, para evitar sua responsabilidade pessoal nos desvios, conforme um advogado consultado pela reportagem, deverá abrir denúncia contra Léo Contador e Carlão.

A expectativa é de que a nova secretária de Assistência Social, Regina Rezende, preste contas sobre os convênios que estão em aberto, pois, pelo gravidade das denúncias, poderão ser envolvidos, além da Câmara e da Assembleia Legislativa, a Polícia Federal, o TCU, o Ministério Público Federal, o TCE e o Ministério Público Estadual.

Comemoração

Carlão fez questão de acompanhar o retorno antecipado de Carlaile. Como forma de comemorar, ele mesmo explodiu rojões do lado de fora da prefeitura e fez questão de percorrer os corredores do Centro Administrativo. “Voltamos” e “Carlaile é o meu prefeito”, além de “Fora, Waldir”, foram palavras de ordem ditas por ele. Por redes sociais, aliados de Carlão e Léo Contador diziam palavras de baixo calão, como “enfia o dedo...”, contra os auditores demitidos.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave