Intervenção para evitar prejuízos

iG Minas Gerais |

Segundo o presidente das Centrais de Abastecimento de Minas Gerais, Gamaliel Herval, quando assumiu a presidência, em agosto do ano passado, a expectativa de balanço da Ceasa apontava para um prejuízo de R$ 5,6 milhões. “O que a Ceasa produz hoje não é suficiente para pagar as despesas dela. Se não viabilizássemos investimentos, ela seguiria deficitária”, avalia.

Segundo ele, a intervenção é emergencial, mas, “seguramente, garantirá o desenvolvimento da Ceasa pelos próximos 40 anos”. (PVP)

 

 

 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave