Venda da fatia de Eike na Six à Berbill é aprovada

Conselho aprova compra e diz que vai ‘proporcionar sinergia’

iG Minas Gerais |

Pioneira. Six, construída em Ribeirão das Neves, será primeira fábrica de semicondutores do Brasil
LEO FONTES / O TEMPO
Pioneira. Six, construída em Ribeirão das Neves, será primeira fábrica de semicondutores do Brasil

Brasília. O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou a aquisição de 33,02% da Six Semicondutores, atualmente pertencentes ao Grupo EBX, pela Berbill, holding do Grupo Corporación América, presidida pelo bilionário argentino Eduardo Eurnekian.

A Six Semicondutores é uma associação entre o Grupo EBX, BNDES Participações e a IBM. Ainda em fase pré-operacional, a empresa foi instalada em 2012 em Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte, para produzir chips para utilização em aplicações industriais e médicas. Com o fechamento do negócio, o Grupo EBX, de Eike Batista, deixa de participar da Six Semicondutores.

Para o Grupo Corporación América – que atua em vários países e em diferentes setores, incluindo concessão de aeroportos, infraestrutura, óleo e gás, agronegócio, energias renováveis e tecnologia –, “a principal estratégia da operação proposta consiste em desenvolver o mercado regional de semicondutores, integrando a cadeia de valor agregado de semicondutores e explorando as sinergias de dois novos entrantes no mercado de microeletrônicos” – a própria Six e a Unitec Blue, fábrica de semicondutores localizada perto de Buenos Aires (Argentina), inaugurada há menos de um ano pela Corporación América.

Já para o Grupo EBX, “a operação justifica-se pelo seu interesse de se retirar do segmento relacionado à projeção, fabricação e comercialização de circuitos integrados analógico, digitais e de sinal misto, e focar em suas demais áreas de atuação”.

O Cade considerou que o negócio “não dá origem a preocupações concorrenciais, proporcionando, com efeito, sinergias no mercado de microeletrônicos”. O aval para a transação se deu sem restrições e está em despacho da Superintendência-Geral do órgão publicado no “Diário Oficial da União” (DOU) de ontem.

A Six Semicondutores recebeu investimentos totais de aproximadamente R$ 1 bilhão. A participação de Eike Batista, que agora pertence à Corporación América, correponde a 33,02% do capital votante da companhia. As demais participações acionárias permanecem inalteradas. CVM investiga informação privilegiada RIO DE JANEIRO. A Comissão de Valores Mobiliários investiga se Eike Batista usou informações privilegiadas e manipulou preços na negociação de ações da empresa OGX. <WC>E<WC1>stá sendo investigado o descumprimento ao artigo da Lei das S.A. que determina que o administrador guarde sigilo sobre informações de empresas abertas que não sejam públicas e da proibição de negociar ações valendo-se dessas informações.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave