Alunos e professores querem segurança após quebradeira em Ituiutaba

Nessa quarta-feira (12), pelo menos cinco alunos prenderam 15 funcionários dentro da sala dos professores durante o recreio; nesta quinta-feira (13), estudantes querem punição dos culpados

iG Minas Gerais | ALINE DINIZ |

CIDADES - ITUIUTABA - MG  12.03.2014

Alunos aproveitam o recreio , trancam professores e vandalizam em escola .
Bombeiros contaram com a PM para arrombar sala , na Escola Estadual Maria de Barros , em Ituiutaba . Vice - diretor diz que problema comecou por causa de transferencia de alunos .

FOTO : Reproducao / Tv Integracao
REPRODUÇÃO / TV INTEGRAÇÃO
CIDADES - ITUIUTABA - MG 12.03.2014 Alunos aproveitam o recreio , trancam professores e vandalizam em escola . Bombeiros contaram com a PM para arrombar sala , na Escola Estadual Maria de Barros , em Ituiutaba . Vice - diretor diz que problema comecou por causa de transferencia de alunos . FOTO : Reproducao / Tv Integracao

Aconteceu nesta quinta-feira (13), em Ituiutaba, no Triângulo Mineiro, uma reunião entre professores e alunos para conversar sobre a prisão de educadores dentro de uma sala na hora do recreio. Pelo menos cinco alunos deixaram 15 funcionários presos e provocaram uma quebradeira na Escola Estadual Maria de Barros.

Segundo a Superintendente Regional de Ensino de Ituiutaba, Ises Gomes, alguns estudantes que participaram do encontro foram  indicados pelos colegas e outros escolhidos pela instituição. “Ocorreu uma troca de sugestões, professores pediram segurança e alunos querem a punição dos responsáveis”, conta Ises.

Ainda conforme a superintendente, nenhuma sanção será imposta sem uma conversa com a Polícia Militar (PM), Ministério Público (MP), Conselho Tutelar, e a Promotoria da Infância e Juventude.

Relembre o caso

Pelo menos cinco alunos prenderam 11 professores e outros quatro servidores da área pedagógica dentro da sala dos professores durante o recreio, na manhã desta quarta-feira (12).  A instituição de ensino fica na rua Cláudio Manoel da Costa, no bairro Independência.

Desesperados, os educadores ligaram para o Corpo de Bombeiros. “A guarnição foi para o local por volta de 10 horas, e os militares cortaram o cadeado e liberaram as pessoas”, conta a soldado Renata Fonseca do Corpo de Bombeiros de Ituiutaba.

Segundo a Polícia Militar (PM), os alunos trancaram a grade de proteção da porta com um cadeado. Depois, eles iniciaram um tumulto e quebraram carteiras e vidros, colocaram fogo em uma lata de lixo, e quebraram um ventilador.

Todos os cinco estudantes identificados têm 16 anos. No fim da tarde, quatro deles foram apreendidos, e levados para a delegacia em companhia dos responsáveis. Eles foram ouvidos pelo delegado de plantão e liberados. Foi aberto um inquérito de vandalismo.

Leia tudo sobre: ITUIUTABAESCOLAQUEBRADEIRA