Jornalista diz que princesa Diana o fornecia agenda da realeza

Clive Goodman comentou que ela, morta em 1997, "atravessava um momento muito, muito difícil" e estava em busca de aliados na mídia que a ajudassem na disputa com Charles

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O jornalista inglês Clive Goodman, réu no escândalo de escutas telefônicas que levou ao fechamento do jornal News of the World, afirmou perante um juiz nesta quinta-feira que recebia informações diretamente da princesa Diana. Ainda de acordo com Goodman, Lady Di deu a ele uma agenda telefônica com os contatos da realeza britânica.

A agenda, segundo Goodman, foi dada pela princesa em 1992, em meio ao turbulento fim de casamento de Diana e do príncipe Charles. Goodman também relatou que Diana repassava a ele informações que eram entregues em um envelope enviado à redação do jornal, do qual ele era editor de assuntos envolvendo a realeza.

Goodman comentou que Diana, morta em 1997, "atravessava um momento muito, muito difícil" e estava em busca de aliados na mídia que a ajudassem na disputa com Charles.

O jornalista chegou a ser preso em 2007 por envolvimento no escândalo de escutas e agora responde à acusação de conspiração para que o ocupante de um cargo público tivesse conduta inadequada. Ele nega a acusação. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave