Trio sequestra militar e diz que iria ensiná-lo 'como bater em ladrão'

Policial foi rendido na porta de casa no momento em que saía com a namorada; vítima foi agredida com socos e coronhadas na cabeça

iG Minas Gerais | CAROLINA CAETANO |

A Polícia Militar de Uberlândia, no Triângulo Mineiro está à procura de três homens que sequestraram e agrediram um policial no fim da noite dessa quarta-feira (12).

De acordo com a Polícia Militar, o militar, que não teve a patente divulgada, estava saindo de casa, na rua Manoel Serralha, no bairro Santa Mônica, com a namorada quando o casal foi surpreendido pelos bandidos, que estavam armados.

Os assaltantes fizeram uma busca na vítima e encontraram sua arma. Nesse momento, eles mandaram que a mulher voltasse para dentro do imóvel e obrigaram o militar a entrar pela porta traseira do seu próprio carro.

No meio do trajeto, os bandidos perguntaram se o homem era policial e, diante da resposta positiva, começaram a agredi-lo com coronhadas na cabeça e socos. Durante a agressão, o profissional foi ameaçado de morte e um dos homens chegou a afirmar que ensinaria a vítima a bater em ladrão e que “a polícia gosta de bater em ladrão”.

Além disso, os suspeitos perguntaram se o veículo tinha rastreador. A intenção era usá-lo para fuga após explosão de um caixa eletrônico. O policial foi libertado no bairro Morumbi. Os ladrões ordenaram que a vítima tirasse a roupa e ficasse deitada no chão. Depois que os bandidos fugiram, o militar conseguiu pedir ajuda em um motel da região e acionou a polícia.

O trio, que fugiu com o carro, ainda não foi localizado. O policial teve ferimentos leves. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave