Ketleyn perde final no judô e fica com prata no Chile

Apesar da derrota na final para a colombiana Yadinis Rocha, a minas-tenista gostou do resultado

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Ketleyn Quadros foi homenageada no Minas ao lado da família
leo fontes
Ketleyn Quadros foi homenageada no Minas ao lado da família

Favorita ao título nesta quarta-feira, a judoca brasileira Ketleyn Quadros foi derrotada pela colombiana Yadinis Rocha por ippon e ficou com a medalha de prata, na categoria até 57kg, nos Jogos Sul-Americanos. Com pouco tempo para treinar especificamente para a competição em Santiago (Chile), por cauda da disputa do Grand Prix de Dusseldorf, há cerca de três semanas na Alemanha, ela não ficou se lamentando pelo resultado.

"Foi uma final dura. Eu conhecia a colombiana, já ganhei e já perdi. Dei o meu melhor e me preparei para a competição na medida do possível. Fiz uma luta boa, consciente, mas, infelizmente, perdi porque a adversária acertou mesmo, não tem o que eu poderia mudar", avaliou Ketleyn, que foi bronze na Olimpíada de Pequim em 2008.

Além da prata de Ketleyn, o judô deu mais três medalhas para o Brasil nesta quarta-feira nos Jogos Sul-Americanos. Destaque para Eduardo Katsuhiro (até 73kg), que garantiu o ouro com uma vitória sobre o argentino Alejandro Clara. Na final, os dois atletas estavam com três punições cada a dois minutos do fim da luta e um novo shido decretaria o ganhador. Mas o brasileiro não deixou a decisão para a arbitragem, conseguiu um wazari e administrou o resultado.

"Os principais motivos para vencer foram que eu mantive a calma, fui bem frio e busquei o ippon. Fui até o final bastante concentrado. No momento mais tenso do combate, deu pra ouvir o grito da galera na arquibancada e isso me ajudou muito. Só tenho a agradecer", contou Eduardo.

Já as duas de bronze vieram com Mariana Silva (até 63kg) e Vinícius Sakamoto (até 66kg). Na briga pelo pódio, a brasileira não se intimidou com a torcida chilena e aplicou um ippon na promessa local Bárbara Jara. Já o judoca do Brasil bateu o colombiano Juan Perez para faturar a medalha.

Leia tudo sobre: ketleyn quadrosjudo