Alexandre Kalil terá nova reunião em Brasília nesta sexta-feira

Presidente do Atlético se encontra com Luis Adams, advogado-geral da União para discutir dívida do e desbloqueio do dinheiro da venda de Bernard

iG Minas Gerais | FREDERICO RIBEIRO |

Kalil afirmou que não está dormindo direito há uma semana
MARIELA GUIMARÃES/O TEMPO
Kalil afirmou que não está dormindo direito há uma semana

15 dias depois de sua última visita a Brasília, o presidente do Atlético, Alexandre Kalil, vai retornar à capital federal para a sua terceira reunião junto a Luis Adams, o Advogado-Geral da União. O tema será o mesmo: renegociar as dívidas tributárias do clube e tentar a liberação dos 54 milhões correspondentes à venda de Bernard para o Shakthar. O encontro está marcado para às 10h desta sexta-feira.

Na sua última estadia em Brasília, o mandatário alvinegro teve uma incumbência: apresentar, de forma minuciosa, os números do passivo que o Galo tem com o União. Estima-se que a dívida tributária chega a 71 milhões de reais. O Alvinegro mineiro tenta uma maneira de negociar o pagamento com o Governo, mas de uma forma que tenha condições reais de quitá-las.

Na reunião do dia 27 de fevereiro, a AGU definiu que nenhum patrimônio do Atlético poderia sofrer penhora dentro de 60 dias. Para os diretores do clube, a confiança para a liberação do dinheiro da venda de Bernard aumenta a cada reunião entre Kalil e Adams. Vale lembrar que a Fazenda Nacional foi o órgão federal responsável pelo bloqueio dos 54 milhões, resultado em um buraco no orçamento do clube para 2014.

"Queremos ter prazo, viabilizar o pagamento. Daqui para frente, quem não estudar o novo sistema tributário, daqui 20 anos, vai cair para a segunda divisão", afirmou o presidente do Galo, em fevereiro. O cartola não quis explicar o contexto da nova reunião em contato com a reportagem do Super FC.

Leia tudo sobre: atleticoalexandre kalilbernarddividas tributariasagu