Yamaha SR 400

MMoto retrô original é relançada no continente europeu após 35 anos; única inovação é a injeção

iG Minas Gerais |

As motos de off-road da Gas Gas receberão mais tecnologias para competitividade
gas ga s/ divulgação
As motos de off-road da Gas Gas receberão mais tecnologias para competitividade

A Yamaha SR 400 recém-lançada na Europa pode ser classificada como uma retrô clássica original. Ela guarda quase todas as características do modelo de 35 atrás, exceto pela adoção da injeção eletrônica de combustível. Na época fez grande sucesso pela simplicidade, praticidade e durabilidade do seu motor de um cilindro e 399 cc, mas com forte arrancada. Agora, num momento de grande aceitação dos modelos retrôs, a Yamaha apresenta a nova SR 400 e divulga que a mesma está pronta para atender, com a mesma mecânica e equipamentos espartanos da primeira, à demanda por personalização. O estresse urbano tem feito muita gente adotar a customização caseira, como uma distração, em um produto que também pode levá-lo para passear sem pressa. A SR 400 tem cara de moto, e é uma moto com apenas o necessário; até a partida é feita apenas por pedal. Mas não se preocupe, há um descompressor que torna esse ato bem leve. Motor de um O motor monocilíndrico da charmosa e elegante Yamaha SR 400 sempre era lembrado pela eficiência e pela leveza e agilidade, pois pesa apenas 174 kg com óleo e combustível. A motorização é de um cilindro com comando simples no cabeçote SOHC de duas válvulas, injeção – única modernidade do modelo – e refrigeração a ar, como na original. A potência, apesar de parecer pouco (23 cv), tem no torque seu destaque, pois os 2.8 kgfm de torque chegam a apenas 3.000 rpm, giro normal apenas para motores bem maiores. Com isso, e o pouco peso, a moto fica esperta. A Yamaha SR 400, que mais parece uma antiga restaurada, chega nas cores cinza e preta, com preço sugerido na Europa de apenas 5.999. Não há, ainda, nenhuma indicação de que a Yamaha possa trazer esse modelo para o Brasil, o que é uma pena, pois acredito que temos muita gente interessada.

Ficha Técnica: SR 400

Motor: 4 tempos, 1 cilindro, 399 cc, comando simples SOHC, 2 válvulas, injeção e refrigeração a ar Potência: 23.2 cv a 6.500 rpm Torque: 2.8 kgfm a 3.000 rpm Câmbio: 5 marchas Partida: a pedal Suspensão: (D) simples (T) duplo amortecida Freios: (D) disco (T) tambor Pneus: (D) 90/100-18 (T) 110/90-18 Peso cheio: 174 kg Tanque: 12 litros Preço Europa: aproximadamente R$ 20 mil

MOTONOTÍCIAS

* A Gas Gas, depois de se associar com a também espanhola Ossa, comprou tecnologia de dois e quatro tempos da Husqvarna para incremento tecnológico de suas motos. * A Honda, depois de encerrar longa parceria com a Hero indiana, vai navegar sozinha e montar fábrica na Índia, um dos maiores mercados do mundo, que perde apenas para o chinês. Diferente da China, que praticamente só permite o uso de motos nas áreas rurais, na índia é permitido em todo canto, como no Brasil. * Suzuki Burgman 125 ganha freios ABS e visual atualizado, já na segunda ou terceira geração com rodas maiores e..., na Europa. Isso mesmo! No Brasil ainda é vendida a antiga (e põe antiga nisso) Burgman 125 de rodinhas pequenas, que são perigosas em ruas esburacadas. * Motociclistas americanos ainda lutam para poder circular entre os carros como nós já fazemos. A Associação de Motociclistas Americana (AMA) está em luta para mudar a lei de trânsito desde o início de 2012. Como podemos ver a perseguição pra cima das duas rodas é mundial. Mas lá, pelo menos, há alguns deputados que defendem os motociclistas. Nós aqui nada temos. * Motociclistas sofrem em todo lugar. Nos Estados Unidos vários congressistas de partidos opositores se uniram a fim de acabar com a lei dos postos de controles e de vistorias de motos nas estradas estaduais, financiados pelo governo federal. Nesses postos as motos são checadas em tudo. Os políticos, que lá defendem seus eleitores, acham descriminatório os motociclistas seguirem todas as regras veiculares e ainda serem fiscalizados duplamente nesses postos de checagem.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave