Cruzeirenses consideram perda de pênalti como crucial para derrota

Dagoberto errou a cobrança aos 23 minutos do segundo tempo, quando os celestes já possuiam um jogador a mais

iG Minas Gerais | BRUNO TRINDADE |

Dagoberto of Brazil's Cruzeiro, walks away after failing to score on a penalty shot during a Copa Libertadores soccer game against Uruguay's Defensor Sporting in Montevideo, Uruguay, Tuesday, March 11, 2014. (AP Photo/Matilde Campodonico) ta12011
Associated Press
Dagoberto of Brazil's Cruzeiro, walks away after failing to score on a penalty shot during a Copa Libertadores soccer game against Uruguay's Defensor Sporting in Montevideo, Uruguay, Tuesday, March 11, 2014. (AP Photo/Matilde Campodonico) ta12011

O destino da partida foi alterado pelo pênalti desperdiçado pelo Cruzeiro. Essa foi a análise feita pelos jogadores e pelo técnico Marcelo Oliveira após o fim do jogo.  Dagoberto acabou chutando para fora. Se marcasse, a Raposa empataria o duelo e teria chances de virar, já que o adversário estava com um a menos. “A gente podia empatar o jogo, mas infelizmente erramos o pênalti”, disse o meia Ricardo Goulart. O técnico Marcelo Oliveira analisou o lance como capital. “A bola fundamental do jogo foi o pênalti. Se a gente faz o gol, muda a situação do jogo”, declarou o treinador, que saiu em defesa de Dagoberto. “O Dagoberto tem o melhor aproveitamento, sempre coloca a bola para um lado e goleiro para o outro. Um dia ele poderia errar”, afirmou. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave