Em protesto, homem destrói carro de quase R$ 400 mil

Pourmohseni Hadi, de 45 anos, criticava o produto da BMW que vem apresentando problemas desde o ano passado

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

undefined

Insatisfeito com a qualidade do atendimento de uma montadora, um iraniano destruiu vez o próprio carro em frente ao Salão de Genebra, na Suíça. O protesto chocou visitantes e organizadores do evento. Pourmohseni Hadi, de 45 anos e dono de uma BMW M6 V10 chegou a arrebentar os vidros e a amassar grande parte do carro à base de marretadas.

E outro detalhe vem chamando a atenção da imprensa mundial: o mesmo Hadi, no ano passado, já havia destruído o mesmo carro durante o Salão de Frankfurt, na Alemanha. Segundo ele, os motivos continuam sendo os mesmos, já que o veículo permanece com vibrações indesejados, ruídos e trancos quando a marcha é trocada.

Avaliado em mais de 120 mil euros (cerca de R$ 380 mil), o carro é um dos modelos mais luxuosos da marca e pode alcançar até 300 km/h.

Além de quebrar o veículo, Hadi chegou a colar diversos adesivos e mensagens de reprovação sobre o BMW M6. "Vocês deveriam sentir vergonha" e "Que produto é esse" são exemplos que foram utilizados pelo iraniano.  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave