Jubal admite que defesa do Santos pode errar menos

Com o time já classificado para as quarta, zagueiro destacou a necessidade de melhorar o rendimento e minimizar falhas

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Disparado o melhor ataque do Campeonato Paulista, com 34 gols marcados, o Santos não consegue ter o mesmo desempenho defensivo tanto que já sofreu 12 gols em 13 partidas na competição. E com o time já classificado para as quartas de final, o zagueiro Jubal destacou a necessidade de melhorar o rendimento e minimizar os erros.

"Sabemos que tomar gols não é bom, ali atrás conversamos muito, sabemos que poderíamos ter evitado, que muitas vezes é desatenção da equipe. Vamos trabalhar para que não ocorram erros na fase de mata-mata, pois não pode haver o erro", destacou Jubal, que ganhou espaço no Santos nesta temporada com as graves lesões sofridas por Edu Dracena e Gustavo Henrique.

Para o zagueiro, a formação tática ousada do Santos leva o time a fazer os gols com naturalidade. Assim, se a defesa tiver bom rendimento, o time vai sempre vencer, na sua opinião. "O Santos sempre teve esse DNA ofensivo, na Vila somos muito fortes, a forma de jogar é para frente, em direção ao gol. Estamos bem preparados, bem certinhos na parte defensiva porque uma ou duas oportunidades eles vão fazer, então temos que nos preparar ali atrás", afirmou.

Jubal também garantiu que os jogadores da defesa não se sentem sobrecarregados pelo esquema tático do time. "O nosso estilo é para frente, o Arouca dá um suporte. Deixamos espaço para o contra-ataque, precisamos trabalhar para diminuir os erros, e uma hora vamos terminar fazendo gols e sem tomar", comentou.

Pendurado com dois cartões amarelos, Jubal evitou revelar se forçará o terceiro na partida de domingo com o Rio Claro, no próximo domingo, para entrar livre do risco de suspensão no mata-mata do Campeonato Paulista. "E uma situação difícil, mas vou procurar fazer o meu jogo e se tiver que tomar o cartão vai ser inevitável", disse.

Como Neto recebeu o terceiro cartão amarelo na vitória sobre o Oeste, Neto está fora do duelo com o Rio Claro. Jubal, então, terá a companhia de David Braz, que recebeu elogios do companheiro. "Acho que com relação a isso estou tranquilo, não tenho preferência pelo lado na defesa. Estamos bem entrosados, o David é um grande jogador, treinamos juntos desde o começo do ano e temos tudo para nos ajudarmos e mantermos essa sequência de vitórias, disse.

Leia tudo sobre: futebol nacionalsantospeixecampeonato paulistajubalDefesa