Jô retorna, e dependência por um pivô é novamente levantada

Atacante alvinegro se diz feliz por saber que é importante para a equipe, mas reconhece a necessidade de se ter um substituto

iG Minas Gerais | FERNANDO ALMEIDA |

O atacante Jô voltará a ser acionado depois de três partidas ausentes no Atlético em um momento que o time mostra que ainda depende de um pivô como o camisa 7. O técnico Paulo Autuori, aos poucos, busca opções a serem colocadas em prática na falta do atacante e, com isso, diversos testes já foram feitos.

Para Jô, esta dependência do Atlético pelo seu futebol causa orgulho, mas, ao mesmo tempo, preocupação, apesar de sua confiança em seus companheiros de ataque. “Eu fico feliz por sentirem um pouco a minha falta. Isto prova que eu tenho feito um bom trabalho”, afirmou Jô.

“Mas têm jogadores a altura no Atlético como André e o Guilherme. Nosso time tem dependência de um pivô, é a maneira da gente jogar. Então, temos de ter alternativa quando eu não estiver atuando”, completou.

Jô terá a oportunidade de mostrar novamente o seu faro de artilheiro nesta quarta-feira, na partida contra o Nacional, em Ciudad del Este, no Paraguai, que terá início às 22h,  no Estádio 3 de Febrero, pela terceira rodada da Copa Libertadores.  

Leia tudo sobre: atleticogalojoatacantepivolibertadores