Russos trocam tiros com ucranianos pela primeira vez

Otan mobiliza aviões em Polônia e Romênia para monitorar tensão na estratégica região da Crimeia

iG Minas Gerais |

Aos poucos, tropas russas tomam a região ucraniana da Crimeia
Vadim Ghirda
Aos poucos, tropas russas tomam a região ucraniana da Crimeia

KIEV, Ucrânia. A tensão na Ucrânia levou a Otan a mobilizar aviões de reconhecimento na Polônia e na Romênia para monitorar a região, informou a aliança atlântica ontem. Mais cedo, militares ucranianos informaram que tropas russas abriram fogo contra uma base na Crimeia, perto da cidade de Bakhchisaray, sem deixar feridos. Segundo um oficial ucraniano, ouvido pela agência russa Interfax, os soldados tomaram os celulares dos ucranianos e tentavam retirar veículos das instalações navais.

As forças russas que tomaram o controle de uma série de instalações em toda a península do Mar Negro até agora não haviam trocado tiros com tropas ucranianas. Na manhã de ontem, homens armados ocuparam um aeródromo militar em Saki, mas antes permitiram que os militares ucranianos deixassem o local. Também foi tomado mais um posto fronteiriço.

De acordo com a BBC, imagens divulgadas pela guarda de fronteira da Ucrânia mostram supostas tropas russas cavando trincheiras ao redor da cidade de Armyansk, na Península da Crimeia, no sul do país. O vídeo foi gravado por um avião de vigilância não tripulado. A guarda do país afirma que o avião foi alvo de tiros pouco depois de os registros serem feitos. Até o momento, nenhuma autoridade russa comentou o assunto.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave