TSE nega liminar para vetar reuniões

iG Minas Gerais |

Brasília. O ministro Admar Gonzaga, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), negou ontem uma liminar pedida pelo PSDB para proibir a presidente Dilma Rousseff de realizar reuniões para discutir a campanha eleitoral no Palácio da Alvorada. A representação foi proposta na última sexta-feira, em resposta a um encontro ocorrido na quarta-feira entre Dilma e o ex-presidente Lula na residência oficial da Presidência.  

Os dois divulgaram uma foto de mãos dadas durante o encontro, o que gerou críticas da oposição. O ex-presidente tucano Fernando Henrique Cardoso classificou a fotografia como “esdrúxula”. Ontem, a ex-ministra da Casa Civil e provável candidata do PT ao governo do Paraná, Gleisi Hoffmann, criticou a “amargura” do ex-presidente em artigo publicado no portal Uol. “Não me passaria pela cabeça que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso pudesse iniciar um artigo de opinião censurando o sorriso de alguém”, rebateu Gleisi, que pediu que o ex-presidente “volte à razão”.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave