Celulares de passageiros do voo desaparecido estariam tocando

19 famílias assinaram um comunicado afirmando fato; parentes atiraram garrafas de água em porta-voz da Malaysia Airlines durante coletiva convocada para desmentir afirmação

iG Minas Gerais | da redação |

Familiares de passageiros do voo MH370 da Malaysia Airlines, que sumiu na última sexta-feira (7), declararam que os celulares dos desaparecidos estão tocando, informou o "International Business Times" nesta segunda (10).

“Esta manhã, por volta das 11h40, eu liguei para o meu irmão mais velho duas vezes e pude ouvir o sinal de chamada”, declarou a chinesa Bian Liangwei. "Se eu tentar de novo, a polícia pode localizar a posição e existe a possibilidade de ele ainda estar vivo".

Além de Liangwei, mais 18 famílias assinaram um comunicado afirmando que os telefones dos parentes ainda estão chamando. Os parentes exigem que a Malaysia Airlines revele informações que estejam sendo escondidas e acusa a companhia de não dar esclarecimentos adequados às dúvidas levantadas.

Ignatius Ong, porta-voz da companhia malaica, convocou uma coletiva de imprensa para informar que um dos números repassados à Malaysia Airlines caiu na caixa-postal. Revoltados, familiares atiraram garrafas de água em Ong durante a entrevista.

O voo MH370, que saiu de Kuala Lumpur com destino a Pequim na última sexta e levava 239 pessoas, desapareceu dos radares e perdeu qualquer tipo de comunicação uma hora após a  decolagem. No sábado (8), autoridades europeias confirmaram que dois homens estavam a bordo do Boeing-777 portando passaportes falsos.

Até a noite desta segunda, nenhum destroço do avião havia sido encontrado.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave