América só depende dele para ir às semifinais do Campeonato Mineiro

Coelho tem que vencer o Boa Esporte e a Caldense para chegar à fase decisiva; chances de classificação caíram de 77% para 66%

iG Minas Gerais | FREDERICO RIBEIRO |

Moacir Júnior já tem as contas para o time ficar na Primeira Divisão
DENILTON DIAS / O TEMPO
Moacir Júnior já tem as contas para o time ficar na Primeira Divisão

100% de aproveitamento na reta final do Campeonato Mineiro. É isto que o América deve fazer para tentar uma difícil, mas possível classificação para a semifinal da competição. O percentual do clube diminuiu em relação à última rodada, por conta do empate em casa com o Villa Nova, indo de 77% para 66%. Mas os confrontos América x Boa e Atlético x Boa neste fim de primeira fase são essenciais para o sonho continuar palpável.

A sorte do Coelho é que seu jogo atrasado da terceira rodada do estadual será contra o time de varginha, adversário direto na zona de classificação. Outro rival é o Tupi, que pode perder a vaga, caso o América consiga voltar a vencer duas partidas seguidas no Mineiro e o Boa consiga um empate diante do Galo. (Nesta hora, a derrota de virada contra o Cruzeiro, usando time misto, pode pesar bastante).

Para o analista esportivo Alexandre Siqueira, o Coelho tem boas chances de se classificar, ficando, matematicamente falando, atrás apenas do Tupi. Traçando o cenário alviverde, Siqueira lembrou que o América não perdeu no Horto, mesmo que vá enfrentar, na quarta, um adversário que é visitante indigesto. "Quanto as chances de classificação (do América), aconteceu uma queda nas possibilidades, mas elas continuam muito boas para o time americano. Tudo graças a tabela de jogos que lhe é muito favorável. Primeiro, porque joga com um concorrente direto (Boa) em casa. Aqui cabe uma observação: o América não perdeu em casa (duas vitórias e dois empates) e o Boa venceu duas vezes fora de casa (nas duas primeiras rodadas), empatou uma e perdeu uma", disse o analista.

Na próxima quarta-feira, enquanto o time de Juiz de Fora faz viagem para o sertão baiano e enfrenta o Juazeiro-BA pela Copa do Brasil, os comandados de Moacir Junior pegam o Boa Esporte no Independência, às 19h30. Segundo Siqueira, o fato de o Tupi encarar o Guarani deixa o time de Paulo Campos com mais chances de ir às semifinais.

"Independente dos resultado do jogo América x Boa, o Tupi continua com as maiores chances de classificação (Guarani em casa) com 76%, seguido pelo Boa (América e Atlético fora de casa) e América (Boa em casa e Caldense fora), ambos com 66% , o Tombense (Cruzeiro em casa) com chances reduzidas tem 11% e, por fim, a Caldense (América em casa) que além de vencer seu último jogo, depende de uma combinação de resultados, com apenas 2% de chances", afirmou.

Se cumprir a parte mais complicada de seu desafio rumo às semifinais (vence o Boa), o Coelho enfrentará a Caldense tendo que repetir o placar do Tupi contra o Guarani, que pode estar rebaixado na última rodada da fase inicial da competição. Por exemplo: se o Tupi vencer o Guarani por 1 a 0, o Coelho tem que vencer a Caldense por 1 a 0. Se o Tupi empatar, basta segurar a igualdade contra a Veterana.

Porém, ainda há um cenário ainda mais positivo. Se vencer o Boa Esporte e a Caldense por 1 a 0 (placar mínimo), o Coelho vai a 18 pontos, saldo de gols +1 e 12 gols marcados. O Boa Esporte só poderá chegar a 19, isso se vencer o Atlético-MG. Em já um improvável empate contra o Galo no Independência, Boa ficaria com 17 pontos.

Depois de um ano fora do G4 do Mineiro, o Coelho pode voltar a sonhar com o título, mesmo que vá pegar Atlético ou Cruzeiro na semifinais, em caso de classificação. De qualquer forma, basta somar um ponto para superar a campanha de 2013, quando ficou com 12 pontos e na oitava classificação.

Chance de engarrafamento. No exercício de previsão matemática, há um cenário de igualdade de pontuação entre América, Boa Esporte e Tupi. O trio pode terminar os 11 jogos com 16 pontos conquistados, cada um, sendo que os critérios de desempate são, na ordem: número de vitórias, saldo de gols, número de gols feitos e confronto direto. Para que isso aconteça, o Coelho tem que vencer o Boa e empatar com a Caldense, sendo que o Tupi empatará com o Guarani na última rodada e o Boa perderá do Galo no Independência.

Se isso ocorrer, quem pode se classificar milagrosamente é o Tombense, que enfrenta um já líder Cruzeiro em casa e pode chegar a 17 pontos, superando Boa, Coelho e Tupi e ficando com a terceira colocação. O quarto colocado seria o Boa Esporte.

"Uma situação curiosa pode acontecer na última rodada. Com uma vitória do América sobre o Boa, e na última rodada o Tupi empatar com o Guarani, o América empatar com a Caldense e o Boa perder para o Atlético teremos três times com 16 pontos. O Boa se classificaria pelo maior número de vitórias (5 contra 4 do Tupi e do América). Vai valer o saldo de gols ou número de gols marcados para definição. Hoje o Tupi tem 1 de saldo e 10 gols marcados. O América tem -1 de saldo e também conta com 10 gols marcados. Neste cenário, mas com uma vitória da Tombense sobre o Cruzeiro, nem Tupi, nem América se classificariam", explicou Alexandre Siqueira.