Murer comemora salto de campeã e minimiza 4º lugar

Embora não tenha alcançado o pódio, atleta comemora o fato de ter saltado 4,70m, mesma altura que as três primeiras colocadas

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Para se tornar campeã mundial indoor no salto com vara, a cubana Yarisley Silva passou o sarrafo a 4,70m. Fabiana Murer, que venceu a competição em 2010, também atingiu 4,70m em Sopot (Polônia), neste domingo, mas terminou fora até mesmo do pódio, porque precisou realizar mais saltos, durante toda a competição, do que as três primeiras colocadas.

Ter feito um salto na mesma altura que a campeã deixou Fabiana Murer feliz com seu desempenho em Sopot. Ao passar o sarrafo a 4 65m, ela já havia obtido a melhor marca da temporada indoor, melhorando um centímetro seu melhor resultado até então no ano. Depois, com 4,70m, conseguiu algo que não obtinha desde 2011.

"Fazia tempo que eu não saltava 4,70m. Foi a mesma marca das três primeiras colocadas, mas eu tive mais erros e acabei não conseguindo uma medalha", comentou Fabiana, superada por Silva, a russa Anzhelika Sidorova e a checa Jirina Svobodová.

"Vim para Sopot para saltar alto, buscar uma boa marca. Se essa marca fosse suficiente para conseguir uma medalha, melhor ainda. Fiz uma boa marca e, se tivesse saído no primeiro salto, eu seria campeã mundial. Pena que saiu na terceira tentativa", completou ela, que compete semana que vem nos Jogos Sul-Americanos, em Santiago (Chile).

Leia tudo sobre: fabiana murersalto com varamundial indoorsopotPolônia