Reservas aumentam pressão

Paulo Autuori afirma que pode mesclar a equipe no futuro com os atletas que merecerem chance

iG Minas Gerais | Fernando Almeida Thiago Prata |

Elenco. Jogadores considerados reservas, como Guilherme e Leandro Donizete, têm mostrado muita raça e dedicação quando jogam
FERNANDA CARVALHO / O TEMPO 07.
Elenco. Jogadores considerados reservas, como Guilherme e Leandro Donizete, têm mostrado muita raça e dedicação quando jogam

Contra URT e Villa Nova, duas vitórias contundentes, nove gols marcados, raça, vontade, disciplina tática e qualidade técnica de sobra. Assim foi a participação do time reserva do Atlético nas duas últimas vezes em que foi acionado. Por isso, a expectativa é grande para hoje, quando o Galo B volta a campo, desta vez para enfrentar o Guarani de Divinópolis, a partir das 16h, no Farião, pela décima rodada do Mineiro.

Com o ótimo desempenho recente, a equipe suplente vem ganhando cada vez mais entrosamento e a confiança da Massa. Aliás, o time B tem demonstrado um empenho maior que o do time A.

Alguns atletas do banco “vêm pedindo passagem” ao técnico Paulo Autuori. São os casos de Alex Silva, Leandro Donizete, Guilherme e Neto Berola. O próprio técnico admite que pode testar alguns reservas na equipe principal num futuro breve.

“Estamos chegando num ponto em que aquela equipe que joga normalmente tem de render para continuar jogando. Daqui a pouco, a ideia é mesclar jogadores que estão fazendo por merecer essa chance”, declarou o treinador.

Ao confirmar os reservas para o embate desta tarde, Autuori quer deixar evidente a qualidade do elenco e também colocar uma pressão nos titulares, que não vêm apresentando o desempenho esperado nesse início de temporada.

“Temos tido mais tempo para treinar esse time. Eles (jogadores reservas) estão mais prontos para responder ao que a gente tem passado. Vai ser a equipe que vai jogar no domingo (hoje). Aqueles que não têm a oportunidade de jogar com mais frequência têm de sentir que aquele momento é importante”, disse o técnico atleticano.

Suplente de luxo e titular desta tarde, o volante Leandro Donizete acredita que o time mostrará um empenho ainda maior. “Estamos bem entrosados. No treinamento, estava todo mundo junto e conversando. Isso ajuda muito. Estamos fazendo belas partidas. A equipe está jogando do mesmo jeito, da mesma forma que a titular. Isso de fazer mais gols que a outra acontece, é normal, é circunstância, momento”, afirmou o meio-campista.

“A equipe está bem preparada. Tem de dar descanso mesmo para a equipe titular jogar a Libertadores (na quarta-feira, contra o Nacional-PAR). E é bom que todos ganham ritmo de jogo”, completou Leandro Donizete.

Objetivo

“O ajuste (na equipe titular do Atlético) que eu quero é fazer uma equipe com as linhas mais juntas. Para compactar o time, você tem de ter algumas regras a serem seguidas. E é isso o que ainda temos de trabalhar.”

Paulo Autuori, técnico do Galo

Valorização

“Futebol, para mim, é vida. Eu não trabalho de uma maneira e vivo de outra. Eu respeito todo mundo. Então, como que eu não vou respeitar aqueles que trabalham comigo todo dia? Todos fazem parte do grupo. O respeito que eu tenho é o mesmo por todos.”

Paulo Autuori, técnico do Galo

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave