“Para os amigos tudo, para os inimigos, os rigores da lei”

Os governos federal e estadual contemplam seus partidos e aliados na distribuição de máquinas

iG Minas Gerais | Isabella Lacerda e Lucas Pavanelli |

Lançamento. O programa para entrega de máquinas do governo de Minas teve início em abril de 2013
Wellington Pedro / Imprensa MG - 11.4.2013
Lançamento. O programa para entrega de máquinas do governo de Minas teve início em abril de 2013

A entrega de máquinas a prefeitos do interior de Minas tem sido estratégia política frequente vinda tanto do governador Antonio Anastasia (PSDB) quanto da presidente Dilma Rousseff (PT) desde o ano passado. Ambos têm viajado o Estado para contemplar os prefeitos com retroescavadeiras e motoniveladoras, entre outros equipamentos, e recebido elogios tanto de aliados quanto de gestores de partidos de oposição. Os agrados, porém, têm alvo certo: cerca de 60% dos municípios beneficiados até o momento são comandados por partidos aliados. Em ano eleitoral, a estratégia ganha uma conotação ainda mais política e deve ter maior espaço nas agendas de cada uma das lideranças nos próximos meses, com a chegada do período de campanha, a partir de 6 de julho. Desde 2012, quando o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Equipamentos foi lançado pelo governo federal, a presidente Dilma já viajou pelo menos 21 vezes pelo país para eventos de entregas das máquinas. Em Minas, somente neste ano, isso já aconteceu em duas ocasiões. E o governador de Minas não fica atrás. Desde abril do ano passado, o Estado realizou ao menos nove eventos em cidades médias de várias regiões para doar o maquinário. Neles, estavam Anastasia ou o vice-governador Alberto Pinto Coelho (PP).  Contemplados. Apesar de manterem um discurso de “governos republicanos”, os números dos dois programas mostram que, tanto Dilma quanto Anastasia, beneficiaram mais seus aliados. Em Minas, apesar do curto prazo de tempo para a entrega dos kit com os equipamentos do PAC, apenas 30% das cidades mineiras incluídas no programa do governo federal receberam o pacote completo de máquinas até o fim de fevereiro. Dos 792 municípios que serão beneficiados, somente 243 já podem usufruir da retroescavadeira, motoniveladora e caminhão-caçamba. Desses, 60% são cidades administradas por prefeitos da base, sendo que os municípios comandados por petistas foram os mais lembrados. Em Minas, o governo estadual não faz papel diferente quando o assunto é contemplar os prefeitos aliados. Das 354 cidades que receberam máquinas desde quando o programa Promunicípio Infraestrutura foi lançado, em abril de 2013, 232 – o equivalente a 65% – são geridas por siglas que compõem a base de Anastasia. Somente as prefeituras comandadas por tucanos representam mais de um quarto do total de cidades contempladas. O PP, do vice-governador Alberto Pinto Coelho, teve quase metade das prefeituras contempladas. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave