Empresa terá loja virtual para setor calçadista

iG Minas Gerais |

O diretor geral da Randall, Pedro Victor Gomes, 25, na segunda geração da família, diz que o mercado está cada vez mais retraído. “Ações como a introdução de grandes marcas no nosso país, toda a carga tributária nas indústrias e a transferência de questões sociais para as empresas têm pesado, e o setor calçadista nacional tem perdido força e reduzido os volumes”, reclama. Mesmo assim, a Randall continua na briga por espaço. “Temos a pressão das grandes marcas jogando o preço para baixo e as grandes redes de loja jogam o preço para cima, e quem sai perdendo é o fabricante”.

Agora, Gomes prepara a criação de uma loja virtual que engloba todo o polo calçadista nacional. A ideia é ser um “market place”, em que todas as empresas possam ter as suas lojas com as vitrines virtuais. “Hoje, tem que ser tudo rápido e o nosso país tem proporções continentais, então, fica mais fácil o lojista entrar na loja virtual para ser atendido”.

Para tirar o projeto do papel para que ele possa entrar no ar até o fim deste ano, o investimento é de R$ 150 mil a R$ 200 mil na estrutura. (HL)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave