Foi Da água para o vinho

Erika Januza, de 28 anos, investe nos estudos para se firmar na carreira artística

iG Minas Gerais |

Desde 2012, Erika tem se dedicado a aprender mais sobre interpretação
Jorge Rodrigues Jorge/CZN/Divulgação
Desde 2012, Erika tem se dedicado a aprender mais sobre interpretação

De auxiliar administrativa a atriz da Rede Globo. A vida de Erika Januza, a Alice da trama “Em Família”, deu um giro de 180 graus desde que ela foi escolhida para protagonizar “Suburbia” sem nunca ter tido qualquer experiência com interpretação.  

De lá para cá, o foco da mineira de 28 anos mudou. O que, até então, não passava de uma experiência nova, tornou-se seu objetivo de vida: ser atriz. Nesse meio-tempo em que ficou fora do ar, investiu nos estudos. Ela procurou profissionais de teatro e televisão para ter aulas e mergulhou em leituras sobre atuação. “Fui tentando aprender o máximo possível para estar pronta para quando chegasse uma chance nova. Quero ficar boa nisso”, ressalta a mineira, que também fez uma participação em “Copa Hotel”, do GNT, no ano passado.

Convite

A oportunidade para participar da trama de Manoel Carlos apareceu em forma de teste. Inicialmente, Erika foi avaliada para dar vida a Neidinha, mãe de Alice na história, que acabou ficando sob os cuidados de outra atriz. Erika, então, foi chamada para uma nova conversa com a equipe da novela, que apresentou a filha de Neidinha para ela interpretar.

A personagem tem um enredo forte, pois é fruto de um estupro que a mãe sofreu quando mais jovem. A trama é baseada em um fato real que aconteceu com uma turista, violentada dentro de uma van, no Rio de Janeiro, em 2013. “Mas Alice ainda não sabe dessa história”, diz.

Assim que soube do drama que envolve sua personagem, Erika pensou que seria interessante encarnar uma história densa, apesar de trágica. Ela pesquisou e leu várias matérias sobre o que aconteceu com a turista. Mas a preparação incluiu também idas a concertos e aulas de violino.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave