Melhor que a encomenda

No ar em “Pecado Mortal”, Felipe Cardoso surpreende-se com boa aceitação de seu personagem

iG Minas Gerais | luana borges |

“Mas as abordagens mais inusitadas que recebo são na internet, em que as mulheres me pedem em casamento”
Jorge Rodrigues Jorge/CZN
“Mas as abordagens mais inusitadas que recebo são na internet, em que as mulheres me pedem em casamento”

Felipe Cardoso tinha motivos de sobra para imaginar uma rejeição por parte do público a seu personagem, o Otávio de “Pecado Mortal” – atual trama da Record. Principalmente porque trata-se de um homem covarde, rude e violento, que protagoniza várias cenas em que bate na mulher. Sem falar que chegou a dar uma surra na própria mãe e não demonstrar o menor remorso com sua atitude.

Mas a dose de humor e a personalidade amorosa que Otávio demonstra ao lado do irmão, Carlão, protagonista interpretado pelo ator Fernando Pavão, livraram o personagem desse prognóstico – que, em determinado momento, parecia certo. Para equilibrar características tão contraditórias, o ator conversou bastante com o autor do folhetim, Carlos Lombardi, e com o diretor Alexandre Avancini. “Conseguimos encontrar uma sutileza de carisma dentro disso tudo e fazer com que Otávio fosse um produto do meio violento em que vive”, explica ele, sobre as origens de seu personagem na trama.

Talvez por isso, o personagem tenha ganhado a simpatia de quem assiste à novela da Record. Pelo menos é o que Felipe percebe nas ruas do Rio de Janeiro e nas redes sociais. “As pessoas pedem para tirar foto, perguntam como se faz cena de ação, dentre outras coisas. Mas as abordagens mais inusitadas são na internet, em que as mulheres me pedem em casamento”, revela, aos risos.

Parte desse frenesi pode ser justificado pelo fato de o ator viver um dos muitos descamisados da história, figura marcante nas tramas do autor Carlos Lombardi ao longo de sua trajetória.

Mas, para ele, a pouca roupa em cena é condizente com a realidade da época. “No Rio de Janeiro, as pessoas andam assim por causa do calor, é natural. Além disso, na década de 70, não tinha tanto ar condicionado como hoje”, constata. Preferâncias

Ator: Luiz Guilherme Atriz: Betty Lago Com quem gostaria de contracenar: Al Pacino Se não fosse ator, o que seria: Biólogo Humorista: Leandro Hassum Vilão: Coringa, interpretado por Heath Ledger no filme “Batman, O Cavaleiro das Trevas”, e Renato, vivido por Fábio Assunção na novela “Celebridade” Filme: “O Escafandro e A Borboleta”, de Julian Schnabel Autor: Agatha Christie  Diretor: Alexandre Avancini O que falta na televisão: Mais isenção nas informações

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave