Vasco só empata em São Januário e adia classificação

O time do técnico Adilson Batista chegou aos 25 pontos, ainda em terceiro lugar, e agora depende de um tropeço do quinto colocado Nova Iguaçu neste domingo para garantir matematicamente sua vaga

iG Minas Gerais | agência estado |

Debaixo de muita chuva no primeiro tempo, o Vasco ficou no empate em 1 a 1 com o Bonsucesso, neste sábado, em São Januário, e adiou a classificação às semifinais do Campeonato Carioca. O time do técnico Adilson Batista chegou aos 25 pontos, ainda em terceiro lugar, e agora depende de um tropeço do quinto colocado Nova Iguaçu neste domingo para garantir matematicamente sua vaga.

Precisando vencer para assegurar a classificação às semifinais, o Vasco foi a campo com dois desfalques. O goleiro uruguaio Martín Silva foi liberado para acompanhar o nascimento do filho, enquanto o lateral André Rocha estava suspenso. Por outro lado, o atacante Edmílson, dúvida até o último momento por estar se recuperando de lesão, foi para o jogo.

Junto com Reginaldo no ataque, Edmilson acabou sendo um dos mais acionados no primeiro tempo, que teve amplo domínio vascaíno. Contando principalmente com a articulação do meia Douglas e os avanços de Marlon e Diego Renan pelas alas, o time de São Januário criou inúmeras chances, mas praticamente todas elas tiveram a linha de fundo como destino final.

Na etapa complementar, Adilson Batista resolveu mudar a formação da equipe, sacando o volante Fellipe Bastos e promovendo a entrada do atacante Everton Costa. Com três homens de frente, o Vasco aumentou ainda mais sua presença ofensiva, mas perdeu volume de jogo no meio-de-campo.

Depois disso, o Bonsucesso, que passara os primeiros 45 minutos só se defendendo, passou a ter avanços esporádicos na etapa final. Aí, num contra-ataque aos 29, Geovane recebeu na entrada da área e chutou rasteiro para fazer 1 a 0, assustando a torcida vascaína.

A partir daí, o Vasco se jogou de qualquer forma para o ataque. Apesar de correr o risco dos contra-ataques, o time passou a insistir em busca do gol. A pressão acabou surtindo efeito aos 39 minutos, quando Marlon tabelou com Thalles, invadiu a área e garantiu o empate.

Leia tudo sobre: fluminensefutebol