Mulheres com mais de 70 têm ‘o melhor sexo’

População mundial está envelhecendo e, assim, recursos são maiores

iG Minas Gerais | Da redação |

Experiência. A cirurgiã plástica Vânia Marília vê grandes avanços na maturidade
MARIELA GUIMARAES / O TEMPO
Experiência. A cirurgiã plástica Vânia Marília vê grandes avanços na maturidade

Quando pensamos no auge da vida sexual da mulher, o senso comum leva logo o pensamento para as pessoas jovens. Mas uma pesquisadora da American University, de Washington, nos Estados Unidos, sugere que mulheres com mais de 70, 80 ou até 90 aproveitam melhor a sexualidade.  

Segundo a rede britânica BBC, tudo está relatado no livro da professora de jornalismo e estudos femininos Iris Krasnow. Ela acaba de publicar “Sex After...: Women Share How Intimacy Changes as Life Changes” (Sexo Depois dos...: Mulheres compartilham como a intimidade muda com as mudanças da vida”, em tradução livre), obra que contou com a participação de 150 mulheres entre 20 e 90 anos, que relataram à autora os segredos mais íntimos.

Iris perguntou às entrevistadas sobre diversos aspectos da sexualidade, como depois da faculdade, da maternidade, da menopausa e da viuvez.

Assim, a pesquisadora descobriu que as mulheres mais velhas eram mais aventureiras e mais confiantes na sua sexualidade que as jovens que estão em fase de “envolvimento” ou namoro. “A era da senhora”, afirma a autora.

Além da diferença de idade, as mulheres que deram seus relatos eram de diferentes classes e cultura. Iris concluiu que o que elas tinham em comum era o relato de que sexo bom é acompanhado de intimidade e conexão emocional. “As pessoas pensam sobre o sexo até o momento em que morrem”, disse Iris Krasnow, em entrevista à BBC Mundo. “A era da mulher de 78 anos, frágil, enrugada e seca é coisa do passado”.

Expectativa. Iris destaca o fato de a população mundial estar envelhecendo com saúde e como a vida sexual acompanha essa longevidade. O crescimento da expectativa de vida vem com melhores remédios, mais vigor, mais exercício, melhor dieta e saúde – o que resulta numa população de terceira idade mais sexual e saudável do que antes, segundo a rede britânica.

A autora ainda desmistifica as questões hormonais que acompanham a idade. “Uma das minhas entrevistadas fez uma histerectomia aos 30 e, depois disso, melhorou sua vida sexual”, citou Iris. “Também inclui no livro as histórias de mulheres de 90 que estão iniciando relacionamentos”, destaca.

Iris também aborda a importância de cuidar da saúde como reflexo de uma vida sexual ativa. “Cem por cento das mulheres em seus 70 e 80 anos que disseram que estavam tendo um bom sexo estão em excelente condição física”, contou.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave