Polícia prende acusado de assalto que foi confudido com ator

Dione Mariano da Silva, de 24 anos, é acusado de ter assaltado a copeira Dalva Moreira, que havia apontado Vinícius Romão como responsável pelo ato

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O rapaz tem passagens por furto e foi autuado por porte ilegal de arma. Em depoimento, Silva negou que tenha assaltado a copeira
Divulgação
O rapaz tem passagens por furto e foi autuado por porte ilegal de arma. Em depoimento, Silva negou que tenha assaltado a copeira

Após receber denúncia anônima, policiais prenderam, na noite de quinta-feira (6), Dione Mariano da Silva, de 24 anos. Segundo a polícia, Silva é acusado de ter assaltado a copeira Dalva Moreira da Costa, que havia apontado o ator Vinícius Romão como o homem que a assaltou. Romão passou 17 dias preso, apesar de ter se declarado inocente e de nenhum objeto da copeira ter sido encontrado com ele.

Silva foi preso por policiais da 26.ª Delegacia de Polícia (Todos os Santos). Com ele, a polícia afirma ter encontrado um revólver. O rapaz tem passagens por furto e foi autuado por porte ilegal de arma. Em depoimento, Silva negou que tenha assaltado a copeira.

Dalva foi assaltada em 10 de fevereiro, quando saía do trabalho. Ela teve a bolsa levada por um homem negro, de cabelo black power, que vestia apenas bermuda. Romão, que é negro e tem o mesmo estilo de cabelo, voltava para casa a pé, depois de ter saído da loja em que trabalha como vendedor, quando foi abordado por policiais militares. Ele foi obrigado a deitar no chão e soube que era acusado do roubo. Dalva afirmou aos policiais que Romão era o assaltante.

Filho de um oficial da reserva do Exército e recém-formado em Psicologia, Romão foi levado para a Casa de Detenção Patrícia Acioli, em São Gonçalo, no Grande Rio. Teve a cabeça raspada e só recebeu a visita do advogado no tempo em que ficou detido. A família e amigos iniciaram uma campanha pela libertação do ator. Dalva admitiu ter se enganado ao fazer o reconhecimento de Romão, que atuou na novela Lado a Lado, da Rede Globo, e o rapaz foi solto.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave