Produção de petróleo e gás atingiu 2,5 milhões de barris em janeiro

O volume representa uma expansão de 1,1% em relação a janeiro de 2013, mas é 2,5% inferior ao produzido em dezembro do ano passado

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

AGÊNCIA FRANCE-PRESSE
undefined

A produção brasileira de petróleo e gás natural atingiu aproximadamente 2,558 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boe/d) em janeiro, segundo dados divulgados nesta sexta-feira (7) pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). O volume representa uma expansão de 1,1% em relação a janeiro de 2013, mas é 2,5% inferior ao produzido em dezembro do ano passado.

A produção de petróleo alcançou 2,053 milhões de barris diários de petróleo, queda de 0,1% em relação a janeiro de 2013 e de 2 7% na comparação com dezembro de 2013. A produção de gás natural por sua vez, atingiu 80,4 milhões de metros cúbicos por dia (m³/d), alta de 5,9% sobre janeiro de 2013, mas 1,5% inferior em relação a dezembro do ano passado. A Petrobras respondeu por 92 6% da produção de petróleo e gás natural do Brasil em janeiro.

No pré-sal, a produção de janeiro atingiu novo recorde pelo terceiro mês consecutivo. Foram produzidos 436,1 mil boe/d, sendo 358,8 mil barris diários de petróleo e 12,3 milhões de m³/d de gás natural. A produção total do pré-sal representou uma expansão de 3,3% em relação a dezembro de 2013.

O campo de Marlim Sul, na bacia de Campos, foi o de maior produção de petróleo, com produção média de 272,1 mil barris por dia. O campo de Lula, na bacia de Santos, foi o maior produtor de gás natural, com produção média de 6,5 milhões de m³/d.

A ANP também informou nesta sexta que a queima de gás natural em janeiro foi cerca de 4,8 milhões de m³/d, um aumento de 22,8% em relação a janeiro de 2013 e de 10,6% sobre dezembro do ano passado. "O aumento foi causado principalmente pela queima extraordinária de gás natural nas plataformas P-26 (Marlim), P-37 (Marlim) e P-53 (Marlim Leste)", segundo a ANP. O aproveitamento do gás natural no mês foi de 94%.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave