Artista cria 'versão realista' da boneca Barbie

Nickolay Lamm criou o brinquedo utilizando uma média de medidas equivalentes a uma jovem de 19 anos; ela não usa maquiagem e roupas sofisticadas

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

 Lamm agora quer produzir a boneca e está perto de atingir a meta de US$ 95 mil (o equivalente a R$ 223,25 mil) em um site de financiamento coletivo
Divulgação
Lamm agora quer produzir a boneca e está perto de atingir a meta de US$ 95 mil (o equivalente a R$ 223,25 mil) em um site de financiamento coletivo

Um artista americano que comercializar o protótipo de uma versão "realista" da boneca Barbie, bem menos magra do que a original.

A nova boneca, batizada de Lammily, seria uma resposta às medidas pouco realistas da Barbie original, considerada magra demais e criticada pela influência negativa que podem ter sobre a saúde e o comportamento de jovens meninas.

A Lammily, criada por Nickolay Lamm, foi feita com base em uma média de medidas equivalentes a uma jovem de 19 anos divulgadas pelo governo americano.

 Lamm agora quer produzir a boneca e está perto de atingir a meta de US$ 95 mil (o equivalente a R$ 223,25 mil) em um site de financiamento coletivo. Se conseguir, receberá o dinheiro para tornar Lammily realidade.

"Perguntei a mim mesmo porque esse tipo de boneca não é feita usando as medidas padrão do corpo humano", diz Lamm em seu site.

Idealização

As medidas da Barbie são questionadas há anos. Seus críticos dizem que elas não correspondem à realidade e levam meninas a idealizar para si próprias um corpo impossível de ser atingido.

Em vez de aguardar por uma mudança dos fabricantes de brinquedos neste sentido, Lamm decidiu criar sua própria boneca.

A Lammily também é diferente de sua rival por usar pouca maquiagem e roupas mais discretas.

"Finalmente alguém teve a coragem de mostrar uma mulher como ela realmente é", diz Pat Hartley, especialista em imagem corporal e autora de Body Images: Development, deviance and change (em inglês, Imagem Corporal: desenvolvimento, desvios e mudança).

"Levou tanto tempo para uma boneca assim chegar perto de ser produzida porque muitas pessoas na indústria de dietas e da moda têm ganho fortunas ao projetar a imagem de uma mulher magra como palito como sendo a ideal. Estava na hora de alguém combater isso."

Dona da marca Barbie, a fabricante Mattel se defende dizendo que sua boneca é feita para ser fácil de ser manuseada, não para ser realista.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave