Chance de eliminar o Corinthians anima Muricy Ramalho

Se vencer o rival neste domingo, São Paulo se mantém na liderança do grupo A e praticamente elimina o TImão

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Treinador que vencer o Corinthians
Rubens Chiri/São Paulo
Treinador que vencer o Corinthians

Se vencer o Corinthians no clássico deste domingo no Pacaembu, o São Paulo não só se mantém na liderança do Grupo A do Campeonato Paulista como pode deixar o rival em situação bastante complicada para se classificar para o mata-mata. O rival deste fim de semana está na terceira posição do Grupo B, a um ponto da zona de classificação.

Para Muricy Ramalho, a oportunidade de tirar um adversário de peso precocemente é um aditivo a mais para a partida. O treinador reconhece que, se passar de fase, o Corinthians chegará forte para disputar o título e também comemora o fato da partida ter algum apelo em uma primeira fase pautada pela monotonia.

"O problema não é nem a rivalidade, é que é um adversário direto e é sempre muito forte. Está num momento bom, fisicamente bem e achando o time. Não ter um time desse é interessante porque é um adversário a menos, o ideal seria que Palmeiras e Santos também não passasse, mas eles estão jogando muito. Pelo menos essa parte vai ser emocionante de ver, até porque agora o campeonato está muito chato e com jogos ruins".

Já classificado, o São Paulo manterá o esquema com três atacantes e terá pela frente um rival que cresceu quando passou a atuar com três volantes - Ralf, Guilherme e Bruno Henrique devem formar o setor e Renato Augusto ficará com a vaga de Jadson na criação. Muricy, no entanto, não acredite que a formação indique um Corinthians defensivo no Pacaembu.

"Hoje no futebol vemos muito a posição do cara pelo currículo, isso está errado. Na Europa o volante joga de zagueiro e ninguém fala nada, mas aqui reclama. Aqui não se aceita, acham que volante é volante. Não quer dizer que quem escala o time com três volantes seja defensivo, desde que o Mano escalou o time assim eles melhoraram muito", ponderou.

Leia tudo sobre: sao paulofutebolesportemuricy ramalhocorinthianspaulistao