Bruno César lamenta erro e pede mais tempo para jogar

Meia quer conseguir ter uma maior sequência de jogos

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Meia disse que expulsão atrapalhou seu cronograma
Reprodução/Facebook
Meia disse que expulsão atrapalhou seu cronograma

O meia Bruno César voltou ao time do Palmeiras na partida contra a Portuguesa, após cumprir suspensão pela expulsão contra o Botafogo de Ribeirão Preto e espera conseguir ter uma maior sequência de jogos. O jogador acredita que ter sido expulso acabou atrapalhando o cronograma feito pela comissão técnica, mas que ainda dá tempo de se recuperar e conseguir, em breve, uma vaga entre os titulares.

"A gente vai melhorando a cada jogo. Fizemos uma burrada no jogo passado, mas isso é normal. Fico feliz pelo Kleina ter confiado em mim e agora é manter o foco. Estamos classificados e vamos trabalhar para se manter bem", disse o meia, que pretende ter uma conversa com o treinador para tentar conseguir jogar mais tempo já contra o Paulista, domingo, em São José do Rio Preto.

"Vamos ver domingo como faremos. Vou conversar com o Kleina para atuar uns 60 ou 65 minutos. Isso está dentro do planejamento e vou conversar com o Kleina sobre isso. Querer ser titular, eu quero, mas tenho que conversar e respeitar o planejamento do professor", explicou o jogador.

Já Kleina admite que a expulsão do meia atrapalhou o planejamento, mas que pode dar oportunidade maior ao jogador. "Se não tivesse aquela expulsão, aí ele já teria ritmo de jogo bem melhor do que está. Perdemos uma situação. Uma coisa é treinar e a outra é competir pelos três pontos. Vamos ter a apresentação e quero que os médicos conversem a gente para vermos como estão os jogadores, inclusive o Bruno", disse o treinador.

Bruno César e Alan Kardec, expulsos contra Botafogo e Ituano, respectivamente, serão julgados nesta segunda-feira, pelo Tribunal de Justiça Desportiva.

Leia tudo sobre: bruno cesarpalmeirasfutebolesporte