RJ Vôlei contrata trio do Olympico-Mart Minas

Alemão, Rafinha e Everaldo integraram elenco do time mineiro, que ficou em último lugar na Superliga B

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

Everaldo, Alemão e Rafinha comemoram a chegada no atual campeão brasileiro
RJ VÔLEI - DIVULGAÇÃO
Everaldo, Alemão e Rafinha comemoram a chegada no atual campeão brasileiro

Três jogadores que disputaram a Superliga B pelo Olympico-Mart Minas, que ficou em último lugar no torneio de acesso, agora fazem parte do elenco do RJ Vôlei-RJ.

O time carioca começa, neste sábado, às 10h, a disputar as quartas-de-final da Superliga masculina contra o Vivo-Minas, na Arena Vivo.

O oposto Alemão, com passagem por Montes Claros e Sada Cruzeiro, o líbero Rafinha e o ponta Everaldo são os novos contratados da equipe de Marcelo Fronckowiak. Até então, o treinador tinha nas mãos um número reduzido de atletas e a chegada do trio aumenta as opções que ele terá no banco de reservas.

“O ritmo de treinamento já é outro, com mais qualidade. Trouxemos três jogadores com espírito de luta, de superação. Eles não vieram para decidir nada, mas vão ajudar muito. Já terminamos a fase classificatória bem mais competitivos. Agora vou olhar para o banco e ter opções”, comemora Fronckowiak.

Depois de perder importantes peças no decorrer da Superliga, devido à difícil situação financeira, o RJ solicitou autorização para novas inscrições. O pedido não foi aceito pelas equipes, já que o prazo já havia se encerrado. No entanto, o regulamento da Superliga permite a contratação de atletas que estavam na Superliga B, desde que estes não estejam mais disputando a competição.

Para os jogadores, o convite chega em boa hora, com uma possibilidade de mostrar seu valor no maior torneio do país.

“Estou muito satisfeito com essa oportunidade  e vamos unir as forças. A partir de agora é um novo campeonato”, destaca Everaldo. Para Alemão, que ainda busca o melhor ritmo de jogo, após cirurgia na coluna, a felicidade é grande. “Ter recebido esse convite é muito bom. Estou 100% no lucro”, alegra-se.

Rafinha também ficou contente com o retorno para o time em que ele jogou na última temporada, quando integrou o elenco campeão nacional. “Venho com o mesmo espírito do ano passado, que é o e ajudar o grupo, trazer alegria e energia positiva”, afirma.