Secretária de Desenvolvimento Social faz balanço da gestão

Marilene Silva falou das políticas que estão sendo fortalecidas em diferentes setores da área social, como o Economia Solidária e o Centro de Referência à População de Rua

iG Minas Gerais |

À frente de uma das pastas mais importantes do governo municipal, a secretária de desenvolvimento social de Contagem, Marilene Silva Santana Pimenta, fez um balanço a  O Tempo Contagem, sobre as políticas para a área que estão sendo realizadas na cidade. Formada em Serviço Social pela PUC Minas, Marilene foi assessora da Secretaria Municipal de Assistência Social da Prefeitura de Betim, atuou como assessora parlamentar do gabinete do deputado Carlin Moura e como assistente social. Além disso, dirigiu a UBS Rosa Capuchi, da Secretaria Municipal de Betim. Segundo Marilene Silva, sua administração tem conseguido manter o sucesso da gestão iniciada pelo ex-secretário professor Carlinhos. De acordo com a secretária, foi mantido o diálogo com os servidores e foram ampliados os direitos e o acesso aos serviços e bens sociais. “O restaurante popular, em curto espaço de tempo, alcançou a sua capacidade máxima ao fornecer 3.200 refeições diárias, atestando a qualidade das políticas sociais inclusivas implementadas por este governo”, afirma. Ainda segundo a secretária de Desenvolvimento Social de Contagem, em breve a cidade ganhará mais um restaurante popular. “Já iniciamos o processo de implantação de mais um restaurante popular, que será inaugurado em 2014, na região do Ressaca”, diz. A secretária também falou como tem sido o trabalho com os moradores de rua da cidade. Segundo Marilene Silva, as políticas foram intensificadas com a implantação de três novas equipes de abordagem social, totalizando quatro equipes que estão diariamente nas ruas. “O nosso Centro de Referência à População de Rua é uma referência no Estado. Foram realizadas novas parcerias para encaminhamento desta população para abrigos e está prevista a implantação de um Albergue Municipal”, conta. Já de acordo com Marilene Silva, o projeto Economia Solidária está sendo fortalecido neste governo, por meio de parceria com o Ministério do Trabalho. “Iremos capacitar e assessorar 250 empreendimentos de mulheres trabalhadoras, que é o público-alvo da Secretaria de Desenvolvimento Social e Habitação e o Programa Bolsa Família”. De acordo com a secretária, o Cras/Casas da Família também está sendo potencializado. “Quatro Cras/equipes volantes percorrerão os bairros mais vulneráveis com um ônibus, totalmente adaptado, para o atendimento individualizado às famílias, com vistas à inclusão nos programas sociais”. Segundo Marilene Silva, hoje, são beneficiadas mais de 23 mil famílias no programa Bolsa Família. De acordo a secretária, o prefeito Carlin Moura tem dado toda a estrutura para a Secretaria de Desenvolvimento Social e Habitação, para que possa ampliar os serviços prestados pelo Bolsa Família. “Vamos implantar o Bolsa Família ‘bairro adentro’, que percorrerá as comunidades da cidade, favorecendo e facilitando o acesso das famílias mais carentes. Com esse novo projeto, vamos realizar cadastros, recadastramentos, orientações”, afirma. A secretária também diz que haverá a inserção dos beneficiários dos programas sociais aos cursos do Pronatec, para qualificar as famílias, oferecendo acesso ao mercado de trabalho, e possibilitando uma nova vida. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave