Clippers arrasa, e Lakers amarga pior derrota da história

Revés amargado em pleno Staples Center, contra o seu "ex-primo pobre" de Los Angeles, deixou o Lakers com 41 derrotas em 62 partidas na atual temporada

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

O Los Angeles Lakers chegou definitivamente ao fundo do poço na rodada dessa quinta-feira da NBA. No clássico diante do Los Angeles Clippers, o time que segura a lanterna da Conferência Oeste da liga de basquete dos Estados Unidos foi arrasado por 142 a 94, naquela que foi a pior derrota de sua história.

O revés amargado em pleno Staples Center, casa da tradicional equipe californiana, contra o seu "ex-primo pobre" de Los Angeles deixou o Lakers agora com 41 derrotas em 62 partidas disputadas nesta temporada regular. Já o Clippers, já garantido nos playoffs, passou a contabilizar 43 vitórias em 63 confrontos e ocupa o quarto lugar da Conferência Oeste.

Sem Kobe Bryant, que continua se recuperando de lesão, o Lakers foi atropelado no clássico dessa quinta. O Clippers teve Darren Collison como cestinha da partida, com 24 pontos, e viu oito de seus jogadores marcarem ao menos dez pontos cada um. Entre eles, destaque também para Blake Griffin, Chris Paul, Matt Barnes e DeAndre Jordan, todos com "double-double" (dois dígitos em dois fundamentos). O primeiro deles, com 20 pontos e 11 rebotes, foi o segundo maior cestinha da equipe visitante.

Pelo lado do Lakers, que também não teve Steve Nash, outro lesionado, a atuação da grande maioria dos jogadores foi pífia. Paul Gasol, com 21 pontos e sete rebotes, foi o único que se salvou. Ao fim do jogo, o armador Jodie Meeks exibiu perplexidade com a derrota do seu time. "Perdemos por 48 pontos de diferença. Isso não é divertido", disse, para também admitir: "Foi a pior derrota da qual eu já fiz parte".

OUTRO PASSEIO - O Lakers não foi o único time de peso da NBA a ser arrasado na rodada dessa quinta-feira. O atual bicampeão Miami Heat também acabou sendo atropelado ao cair por 111 a 87 diante do San Antonio Spurs, fora de casa, em duelo que reeditou a decisão da temporada passada da competição.

Tim Duncan, com 23 pontos e 11 rebotes, foi o grande nome da equipe texana, que contou com o brasileiro Tiago Splitter em quadra. O pivô, que começou na reserva, jogou por quase 19 minutos, nos quais acumulou apenas sete pontos, quatro assistências e dois rebotes. Tony Parker, com 17 pontos, foi o segundo maior cestinha do time da casa.

Já pelo Heat, LeBron James desta vez não conseguiu repetir a habitual eficiência ofensiva, mas mesmo assim contabilizou 19 pontos, além de oito rebotes e sete assistências. Chris Bosh foi o maior pontuador da franquia da Flórida, com 24 ao total.

Com o resultado, o Spurs passou a ostentar 45 vitórias na vice-liderança da Conferência Oeste, enquanto o Heat agora tem 16 derrotas como segundo colocado do Leste.

LÍDER BATIDO - Na outra partida disputada na rodada, o Phoenix Suns soube aproveitar o fator casa ao bater o Oklahoma City Thunder, líder da Conferência Leste, por 128 a 122. No sétimo lugar do Oeste, a franquia do Arizona foi empurrada por grande atuação de Gerald Green, cestinha do jogo, com 41 pontos. Em grande noite, ele conseguiu ficar à frente da dupla de estrelas do time visitante formada por Russell Westbrook e Kevin Durant, que fizeram 36 e 34 pontos respectivamente.

Confira os jogos da rodada desta sexta-feira na NBA:

Chicago Bulls x Memphis Grizzlies Charlotte Bobcats x Cleveland Cavaliers Toronto Raptors x Sacramento Kings Boston Celtics x Brooklyn Nets New York Knicks x Utah Jazz Minnesota Timberwolves x Detroit Pistons New Orleans Pelicans x Milwaukee Bucks Dallas Mavericks x Portland Trail Blazers Denver Nuggets x Los Angeles Lakers Houston Rockets x Indiana Pacers Golden State Warriors x Atlanta Hawks

Leia tudo sobre: clipperslos angelesnbajogosbasquete