Governo evita desgaste em ano eleitoral

iG Minas Gerais | Ana Paula Pedrosa |

Um eventual racionamento de energia só será decidido depois do período chuvoso, que termina em abril. Mas, para especialistas, já está passando da hora de o governo fazer uma campanha educativa, pedindo à população que economize energia. “Esse seria o melhor caminho, mas, não se faz nada agora, apostando nas águas de março. Se elas não vierem, não vai adiantar mais programa educativo”, diz o diretor da Excelência Energética, Erik Eduardo Rego.  

Para ele, a ação educativa ainda não foi adotada devido ao desgaste político em ano eleitoral de um racionamento. “O assunto devia ser tratado com mais maturidade”, avalia. O presidente do Instituto Acende Brasil, de pesquisas do setor elétrico, Cláudio Sales, disse que a situação é muito preocupante e que há pouco tempo para recuperação dos reservatórios. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave