Santoro de volta e no comando dos persas

Longa-metragem, inspirado nos quadrinhos de Frank Miller, tem direção de Noam Murro e custou US$ 100 milhões

iG Minas Gerais | Da Redação |

Xerxes é o Deus-Rei com sede de vingança neste segundo filme da saga
warner bros/ divulgação
Xerxes é o Deus-Rei com sede de vingança neste segundo filme da saga

Um novo campo de batalha surge em “300: A Ascensão do Império”. No mar, à medida que o general grego Themistokles (Sullivan Stapleton) tenta unir a Grécia ao liderar o grupo que mudará o curso da guerra, ele se vê diante dos poderosos persas comandados por Xerxes (Rodrigo Santoro) com ajuda de Artemisia (Eva Green). O vilão, aliás, dá nome ao quadrinho original criado por Frank Miller em 1998.

O espectador estará diante do mesmo visual impactante do épico que deu origem à saga no cinema, “300”, estrelado em 2006 por Gerard Butler. O israelense Noam Murro fez questão de manter a atmosfera criada por Zack Snyder (“Superman: O Homem de Aço”), que produz e assina o roteiro ao lado de Kurt Johnstadt.

A superprodução se passa em três períodos: antes, durante e depois de seu antecessor, mas traz novas coreografias de lutas ao longo dos 103 minutos.

“300: A Ascensão do Império” expande alguns acontecimentos do primeiro filme. A diferença entre o protagonista Themistokles e Leônidas (Butler), é que o primeiro possui semblante duro, mas menos ameaçador. O exército que o grego comanda é misto, contando também com não militares no embate.

Com muitas sequências de ação em câmera lenta, lutas sangrentas e cenas de sexo, o filme traz várias frases de efeito ditas pelos personagens, como por exemplo: “nós escolhemos morrer de pé ao invés de viver de joelhos”. Um prato cheio para quem adora épicos cheios de emoção.

Sem o mesmo êxito do primeiro, a crítica internacional vem elogiando Eva Green, que atuou em “Os Sonhadores” neste universo predominantemente masculino. Ela deixa o seu talento à solta e cria uma personagem deliciosamente vilanesca, ultrapassando as limitações do roteiro.

Do elenco original, além do ator brasileiro, “300: A Ascensão do Império” conta com Lena Headey como a rainha de Esparta, Gorgo, e Hans Matheson na pele de Aeskylos.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave