Duda rejeita pressão por bicampeonato no Mundial Indoor

Brasileiro defende o título que conquistou há dois anos

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Esta é a primeira vez que Duda defende um título mundial em sua carreira
Divulgação
Esta é a primeira vez que Duda defende um título mundial em sua carreira

O Mundial Indoor de Atletismo começa nesta sexta-feira, em Sopot (Polônia), com um brasileiro tendo uma responsabilidade extra. Mauro Vinícius da Silva, o Duda, estreia já nesta sexta defendendo o título mundial conquistado em Istambul, há dois anos. Mas o saltador refuta qualquer pressão para voltar ao lugar mais alto do pódio.

"É a primeira vez que vou defender um título mundial, mas não deixo isso virar pressão. Se não, fica um peso muito grande nas costas", comenta o saltador, que tem 7,89 metros com melhor marca da temporada, ainda distante dos 8,23m que o deram o título há dois anos, na Turquia.

Ele prefere não fazer previsões, mas vai em busca de um bom resultado. "Claro que não dá para prever quanto vou saltar, mas estou me sentindo bem e acho que vou fazer um bom resultado. Quando saltei 7,98m em Pombal (Portugal), no Nacional de Clubes, ainda estava me sentindo meio preso por causa dos treinos fortes da semana, mas agora estou mais solto", conta Duda.

A prova masculina de salto em distância tem 17 atletas inscritos sendo que Duda tem a 11.ª melhor marca do ano entre os inscritos. Quando levado em conta o ranking de melhores marcas pessoais da carreira, o brasileiro também o 11.º. Para passar à final, que será no sábado, precisa passar 8,05m ou ficar entre os oito primeiros.

Leia tudo sobre: dudaesporteatletismomundialtitulobrasileiro