Ucrânia pediu alerta de prisão para presidente deposto, diz Interpol

O documento informaria aos 190 países membros da Interpol que um mandado de prisão foi emitido; não é o mesmo que emitir um mandado de captura internacional

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

A Interpol afirmou que estuda um pedido de autoridades ucranianas para emitir um alerta internacional de pessoas procuradas para prisão do presidente fugitivo da Ucrânia, Viktor Yanukovich, por abuso de poder e assassinato.

Em nota divulgada nesta quinta-feira, a organização policial internacional, que tem sede em Lyon, na França, disse ter recebido um pedido ontem de autoridades ucranianas para emitir um "Alerta vermelho". O documento informaria aos 190 países membros da Interpol que um mandado de prisão foi emitido. Isso não é o mesmo que emitir um mandado de captura internacional.

O pedido "está sendo avaliado" pela Interpol para verificar se está em linha com as suas regras, destacou o comunicado. Yanukovich fugiu para a Rússia após uma série de manifestações na Ucrânia, mas defende que continua sendo o presidente do país.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave