Professora de Caratinga é filha de ex-vice presidente José Alencar

Informação foi divulgada nesta quinta-feira (6) pelo jornal Folha de São Paulo; caso ainda cabe recurso; mulher ainda mora na mesma cidade; herança de política estaria calculada em bilhões

iG Minas Gerais | Da Redação |

Arquivo pessoal
undefined

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) teria confirmado, segundo a colunista Mônica Bergamo do jornal Folha de São Paulo, que José Alencar, ex-vice-presidente morto em 2011, é pai da professora Rosemary Moraes, 58. De acordo com a jornalista, os desembargadores concordaram com o entendimento de que a recusa do político em fazer o teste de DNA à época gerava a hipótese da paternidade.

Ainda segundo Mônica, o processo já corre há 13 anos e não se trata apenas de um reconhecimento de paternidade, mas de uma possibilidade de a professora participar da partilha da herança de Alencar, que é avaliada em bilhões. Os advogados da família de Alencar devem recorrer da decisão no Superior Tribunal de Justiça (STJ), de acordo com Mônica.

A assessoria do TJMG informou que o processo corre em  segredo de Justiça e que, por isso, não poderia passar nenhuma informação sobre o caso.

Em 2001, Rosemary ajuizou ação de investigação de paternidade. A professora garante que a mãe teve um relacionamento com Alencar nos anos 50, em Caratinga, na região do Vale do Rio Doce, onde Rosemary mora até hoje.