Fred admite falta de confiança e promete 'ralar' no Fluminense

Atacante teve nova chance na seleção, mas passou em branco no amistoso contra a África do Sul e reconhece que precisa melhorar para ir a Copa

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Ex-jogador celeste e um dos ídolos no Fluminense, Fred entra na pauta do Cruzeiro como reforço para 2014
NELSON PEREZ/FLUMINENSE
Ex-jogador celeste e um dos ídolos no Fluminense, Fred entra na pauta do Cruzeiro como reforço para 2014

Esperado até a última hora por Felipão para o amistoso da seleção brasileira contra a África do Sul, o atacante Fred teve uma atuação bastante discreta na última quarta-feira no Soccer City. Enquanto esteve em campo - foi substituído no segundo tempo por Jô -, participou pouco do jogo e não teve nenhuma chance clara de gol. Acabou admitindo que ainda lhe falta um pouco de confiança, não por causa de sua condição física, mas por estar encontrando dificuldade para fazer gol, e prometeu seguir fielmente a orientação do treinador da seleção e "ralar" com a camisa do Fluminense para ajudar o time e também para recuperar sua melhor forma.

"O jogador precisa adquirir confiança, por isso tem de dar tudo pelo clube. Precisa estar bem e os gols e bons jogos dá moral", disse Fred ainda em Johannesburgo. "Fora que eu tenho um prazer enorme de jogar pela minha equipe".

O artilheiro afirmou já ter incorporado a camisa do clube tricolor carioca e que, por causa disso, a fase da equipe está diretamente relacionada com a sua condição psicológica. "Quando as coisas não estão bem eu fico mal; quando estão bem eu fico bem. Eu vou fazer o que sempre fiz na vida. Procurar marcar os gols e mesmo nos momentos em que vamos encontrar obstáculos, eu vou lutar".

Ao voltar a falar sobre a seleção, ele considerou muito boa a apresentação contra a África do Sul. "Mesmo com 3, 4 a 0, conseguimos manter a pressão no campo da África do Sul. Estamos conseguindo fazer o que o Felipão pede e isso tem feito a diferença".

Fred voltou à seleção após longa ausência por causa da contusão muscular na perna direita e ficou satisfeito por matar a saudade. "É bom jogar com essa a camisa e matar a saudade da amarelinha, e também da azul, que jogamos no segundo tempo. E tivemos uma belíssima vitória".

Leia tudo sobre: fredatacantefluminenseseleçãocopa do mundo