Atlético derrota a Caldense, mas titulares não convencem

Triunfo na Arena Independência por 2 a 0 aconteceu graças aos gols de Josué e Neto Berola

iG Minas Gerais | VICTOR MARTINS |

Esportes - Belo Horizonte, Mg. Atletico-MG x Caldense. Atletico Mineiro x Caldense no Estadio Independencia em Belo Horizonte. Jogo valido pela nona rodada do
Campeonato Mineiro. Fotos: Leo Fontes / O Tempo - 5.3.14
LEO FONTES / O TEMPO
Esportes - Belo Horizonte, Mg. Atletico-MG x Caldense. Atletico Mineiro x Caldense no Estadio Independencia em Belo Horizonte. Jogo valido pela nona rodada do Campeonato Mineiro. Fotos: Leo Fontes / O Tempo - 5.3.14

Ainda não foi dessa vez que a torcida do Atlético deixou o Independência satisfeita com o rendimento do time titular em 2014. Valeu, apenas, pela vitória sobre a Caldense. Com gols de Josué e Neto Berola o Galo venceu por 2 a 0 e, agora, depende de uma vitória diante do Guarani, no domingo, para garantir sua classificação à semifinal do Campeonato Mineiro.

Com Guilherme jogando de centroavante no lugar de Jô, que defendia a seleção brasileira, o Atlético começou o jogo dando sinais que a noite seria diferente. Tanto que o próprio Guilherme já chutou a gol antes do primeiro minuto.

Puro engano. Mais uma vez a equipe alvinegra se mostrou travada e pouco criativa. Os constantes erros de passes, especialmente de Diego Tardelli e Ronaldinho, as estrelas da companhia, impediam a criação de qualquer boa jogada. Tanto é, que no primeiro tempo, o Galo teve duas boas chances antes de marcar. Gilberto defendeu falta cobrada por Ronaldinho e Diego Tardelli, sozinho com o goleiro, chutou na trave.

A Caldense, por sua vez, jogou como costumeiramente jogam os adversários do Atlético no Horto, bem fechada. O time do Sul de Minas arriscou em alguns contra-ataques. No melhor deles, aos 45 minutos, Léo Andrade cabeceou a bola para fora. No minuto seguinte, quase como um castigo, o Galo abriu o placar com Josué. O volante contou ainda com ajuda de Marcel, já que a bola desviou no zagueiro e enganou Gilberto.

O panorama da partida nada mudou no segundo tempo. O Atlético continuava com pouca ou nenhuma criatividade. O atacante Fernandinho, outro que ainda continua devendo na temporada, era facilmente parado pelos marcadores da Caldense. Paulo Autuori, então, promoveu as entradas de Leandro Donizete e Neto Berola, esse último pedido pela torcida.

O time não melhorou muito, mas o gol saiu. Em jogada de muita garra, Diego Tardelli cruzou para Neto Berola fazer o segundo golaço em sete dias. O atacante finalizou de letra, aos 36 minutos do segundo tempo, para tranquilizar a torcida garantir os três pontos.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave