Pegos pela PM após roubarem táxi

Suspeitos de atacar taxista em João Pinheiro dizem que pegaram o carro emprestado

iG Minas Gerais | Evandro Teles |

Dupla disse a delegado de Betim que iria devolver o táxi ao dono em João Pinheiro
Nelson Batista
Dupla disse a delegado de Betim que iria devolver o táxi ao dono em João Pinheiro

Um casal foi preso na madrugada de ontem, no bairro Capelinha, em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte, suspeito de roubar um táxi na cidade de João Pinheiro, localizada no Noroeste do Estado. Segundo o sargento Dione, da 177ª Cia. da Polícia Militar, um terceiro suspeito conseguiu fugir. Foram presos em flagrante Vanderlei Moreira de Oliveira, de 41 anos, e Delma da Consolação Mesquita, 39.

Ainda segundo o militar, que participou da ocorrência, o ataque ao taxista aconteceu na terça-feira, 4. “Após tomarem o veículo de assalto, eles seguiram para Divinópolis. Na madrugada, os três retornavam para João Pinheiro e, ao passarem pela BR–381, em Betim, iniciaram uma fuga pelos bairros da cidade, assim que avistaram a viatura. Houve perseguição. Pouco depois, eles abandonaram o carro e fugiram a pé. Conseguimos prender o casal, e o suspeito Wenderson Soares da Silva, de 23 anos, conseguiu fugir. Foi feita a apreensão de celulares, três facas e roupas”, explicou o militar.

Oliveira já tem passagem pela polícia pelo crime de homicídio.

Segundo o delegado de plantão, Tito Barichello, o suspeito que conseguiu fugir da Polícia Militar é também conhecido pelo apelido de Xuxa e considerado de alta periculosidade.

Apesar de o crime ter ocorrido há mais de 24 horas, o delegado Tito Barichello afirmou que houve subsídios legais para a prisão em flagrante.

“Eles estavam com o objeto do roubo. O engraçado é que tentaram minimizar o ato criminoso afirmando que tinham pegado o carro emprestado e que iriam devolvê-lo”.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave