Ansiedade é a palavra que define início da apuração das escolas do Rio

Cantor e compositor Neguinho da Beija-Flor, intérprete da escola de Nilópolis, disse que agremiação dele fez um desfile de campeã, mas reconheceu que outras escolas também têm possibilidade de vencer

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

A apuração das notas das escolas de samba do Grupo Especial do Rio de Janeiro começou com muita ansiedade, diante do número de escolas com possibilidade de conquistar o título de campeã.

O cantor e compositor Neguinho da Beija-Flor, intérprete da escola de Nilópolis, disse que agremiação dele fez um desfile de campeã, mas reconheceu que outras escolas também têm possibilidade de vencer. Ele destacou ainda a apresentação da Império da Tijuca que voltou este ano ao Grupo Especial e, mesmo tendo menos recursos financeiros, surpreendeu na avenida.

Um grupo de torcedores da Unidos de Vila Isabel, que ocupa as arquibancadas do setor 13, fez um protesto contra a diretoria da escola e gritava "Ô-ô cadê o dinheiro? Cadê a fantasia?", questionando sobre o problema enfrentado por componentes que não receberam as fantasias ou desfilaram apenas com parte delas, inclusive nos carros alegóricos.

Com Agência Brasil

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave