Raposa já invade a Boa Terra

Mineiros que foram ganhar a vida na Bahia mostram empolgação com a ‘final’ no Barradão

iG Minas Gerais | Diego Costa |

undefined
A noite desta quarta-feira promete ser especial para o Cruzeiro, que, diante do Vitória, no Barradão, pode confirmar seu terceiro título do Brasileiro. Caso a conquista seja sacramentada, será histórica para um grupo de torcedores mineiros que deixaram o Estado para viver na Boa Terra. Entre os torcedores dessa comunidade, está o casal Marcelo Castagnet, engenheiro natural de Itaúna, e Camila Bicalho, jornalista nascida em Belo Horizonte. Ele deixou a terra natal há três anos, enquanto a esposa está na Bahia há um ano e meio. Hoje, eles moram em Lauro de Freitas, na região metropolitana de Salvador. Os dois são cruzeirenses fanáticos, tanto que no casamento deles, o Raposão foi um dos convidados ilustres. “Estamos confiantes e vamos ao estádio. Estávamos torcendo para ser campeão na última rodada. Não achamos ruim a decisão vir para cá não”, disse Marcelo. Camila conta que os torcedores comemoraram, no último domingo, quando a definição do título ficou para o jogo contra o Vitória: “Quando saiu o resultado do Atlético-PR, e víamos que não daria mais pra ser no Mineirão, a gente começou a gritar: ‘Não é mole não, o tri vai ser no Barradão’”, disse a jornalista. Um dos fundadores da comunidade é o belo-horizontino Felipe Roza. Ele é servidor público e passou um período em Salvador, em 1985. Depois, retornou à capital baiana, em 1999, quando resolveu reunir os cruzeirenses da cidade. “A gente usava o Orkut para marcar os encontros e distribuir panfletos também. Hoje, a gente sempre se reúne pra ver os jogos na casa de amigos. Em jogos maiores, vamos para os bares. Contra o Grêmio, foram 64”, relatou Felipe. Em caso de título, a festa já está programada. “Vamos reunir a turma no Farol da Barra e celebrar o título. A gente espera de 1.500 a 2.500 cruzeirenses”, completou. Quem também vai acompanhar o jogo de perto é a professora Waleska Polonio, há 11 anos em Salvador. “Vai ser muito bom comemorar o título aqui em Salvador. Amigos estão vindo de Belo Horizonte para acompanhar o jogo”, comentou Waleska.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave